Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

quinta-feira, agosto 18, 2011

Glossário de Marketing

ADEQUAÇÃO: Estudo que tem por finalidade escolher o melhor meio de Comunicação (rádio, jornal, TV, folheto, outdoor, etc.) que corresponda às necessidades de divulgação do produto. É também a técnica de ajustar um produto e um segmento de mercado pré-escolhido.

ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING: Controle de toda atividade mercadológica de uma empresa que compreende a escolha de objetivos e estratégias para os produtos existentes e também o estudo de oportunidade para o lançamento de novos produtos.

ADMINISTRAÇÃO DE PRODUTO: ou Gerência de Produto - Área do Marketing que se ocupa especificamente de um produto ou de uma linha de produtos afins. O Gerente ou Administrador de Produto tem a responsabilidade de manter os produtos já existentes, desenvolver, testar e lançar novos produtos, coordenar pesquisas, analisar o desenvolvimento físico do produto, sua comercialização, seu envolvimento promocional e publicitário, sistemas de Atendimento ao Consumidor e Assistência Técnica aos produtos por ele geridos.

ADMINISTRAÇÃO DE QUALIDADE TOTAL: É uma abordagem organizacional ampla para melhoria contínua da qualidade de todos os seus processos, produtos e serviços.

ADVERTISING”: Propaganda.

AERÓGRAFO: Aparelho especial a ar comprimido muito utilizado por artistas e profissionais de Comunicação para dar efeitos de luz, sombra e perspectiva em peças promocionais e de propaganda. Utiliza aplicação manual de tinta.

AGÊNCIA DE PROPAGANDA: Prestadora de Serviços que tem por finalidade analisar e propor alternativas mercadológicas ao Cliente, utilizando para isso as peças de Comunicação mais adequadas, como Anúncios, Comerciais de TV, Folhetos, Faixas, Jingles, Spots, Cartazetes, Posters, etc.

AGENCY”- Agência de Propaganda.

AGENTE DE COMPRAS: Aquele que representa uma empresa sendo o encarregado de efetuar compras em determinada região.

AGRUPAMENTO DE PRODUTOS: Sistema de comercialização que utiliza a técnica de agrupar produtos com o objetivo de padronizar e ajustar a oferta e a procura.

ALCANCE: Utilizado principalmente em Mídia, este termo significa a “distância máxima atingida por um meio de comunicação eletrônica”

ALEATÓRIO: Muito conhecido no ramo de Pesquisa de Mercado, entende-se como o processo de escolha de uma amostra feita ao acaso, mas com a característica de que cada elemento dentro deste universo tenha igual probabilidade de ser incluído na amostragem.

ALINHAMENTO: Colocar um texto, uma composição, uma ilustração em linhas, na mesma direção.

ALL TYPE”: Utilizado na mídia impressa (jornais, revistas, etc.) é um anúncio sem ilustrações, contendo somente texto.

AMBIENTE DE APRENDIZADO: software projetado como solução “tudo em um” que pode facilitar o aprendizado on-line em uma organização. Tem as funções de um sistema de gestão de aprendizado para os cursos desenvolvidos no sistema, mas não permite acesso aos cursos on-line criados fora desse ambiente específico. A maioria desses programas inclui ferramentas de autoria, para que o instrutor possa desenvolver cursos adicionais.

AMEAÇAS: Situações desfavoráveis do ambiente externo que podem prejudicar, quantitativamente ou qualitativamente, o desempenho da organização, relativamente a um ou mais fatores-chave de sucesso.

AMOSTRA: No campo da Promoção entende-se como uma pequena parte do produto oferecido gratuitamente ao consumidor, às vezes pode ser uma miniatura. Amostra Grátis. Em Pesquisa, trata-se de uma parte que represente o universo a ser pesquisado.

AMOSTRAGEM: Modo de se conseguir uma amostra do universo a ser pesquisado. Deve selecionar os produtos que realmente representem este universo.

ANÁLISE AMBIENTAL: Identificação do cenário futuro e avaliação da situação atual da organização, com relação a algumas variáveis críticas, respectivamente dos seus ambientes externo e interno.

ANÁLISE AMBIENTAL EXTERNA: Prognóstico do comportamento futuro de algumas variáveis ambientais críticas do ambiente externo da organização, que caracteriza o cenário futuro previsto, onde irá atuar a organização. Esse prognóstico identifica, também, as oportunidades e as ameaças possíveis de ocorrerem no cenário futuro previsto.

ANÁLISE AMBIENTAL INTERNA: Análise da situação da organização, quanto a algumas variáveis ambientais críticas do seu ambiente interno, que identifica os seus pontos fortes (potencialidades) e pontos fracos (vulnerabilidades), caracterizando sua capacitação para atuar, com sucesso, em um cenário futuro previsto.

ANÁLISE DE MERCADO: Função que estabelece, delimita as características do mercado a ser atingido, definindo sua potencialidade.

ANÁLISE DE VENDAS: Interpretação dos resultados de vendas, estudo das estatísticas em período de tempo definido. Municia a Administração de Marketing ou Vendas com dados de vendas solicitados.

ANIMAÇÃO: Fotografar em seqüência e depois projetar com efeitos de movimento. Usa-se também para designar o ato de dirigir um programa em rádio ou TV com muito movimento, muitas atrações.

ANNOUCEMENT: O mesmo que anúncio, aviso.

ANNUAL REPORT: Relatório Anual.

ANO-BASE: Ano em que se tomam iguais a 100 os valores da intensidade de um fato, cujos números-índices pretendemos calcular.

ANO CIVIL: Que vai de primeiro de janeiro a trinta e um de dezembro.

ANUÁRIO: Publicação feita de ano em ano

ANUNCIANTE: Aquele que autoriza a propaganda e por ela se responsabiliza, tanto pelo conteúdo como pelo custo.

ANÚNCIO: Maneira através da qual o conteúdo de uma mensagem publicitária é apresentado, utilizando para isso os recursos da comunicação impressa ou eletrônica. Sua finalidade básica é informar, convencer, persuadir segmentos de públicos em relação a idéias, serviços ou produtos.

ANÚNCIO AÉREO: Existem dois tipos. O primeiro, mais conhecido, utiliza-se de aeronaves que rebocam faixas sobre lugares previamente indicados, e o segundo, menos usual em nosso país, é feito por uma fumaça especial que sai das aeronaves.

ANÚNCIO CLASSIFICADO: Tendo como principais características o seu pequeno tamanho e a ausência de ilustração, o anúncio classificado, ou simplesmente classificado, divulga produtos ou serviços em seções especializadas de jornais e revistas.

ANÚNCIO COOPERATIVO: Utilizado quando da necessidade de um fabricante e seus fornecedores ou distribuidores divulgarem conjuntamente seus produtos ou serviços, dividindo os custos envolvidos nesta veiculação. Pode ser institucional ou promocional.

ANÚNCIO LUMINOSO: Comumente encontrado ao ar livre divulga produtos, serviços ou simplesmente marcas, utilizando-se de iluminação por gás neon, lâmpadas ou quaisquer outros meios de iluminação. Os mais modernos utilizam-se de programas computadorizados, técnicas de raio laser e outros recursos que permitem inúmeras aplicações.

ANÚNCIO SANDUÍCHE: Também conhecido como homem-tabuleta, pois ele anda pelas ruas com dois cartazes presos ao ombro, divulgando principalmente serviços das empresas.

ANÚNCIO SANGRADO: Anúncio de fora a fora. Sem margens. Que ocupa todo o espaço do papel em que será impresso.

AP: Sigla utilizada pelos Departamentos de Mídia para designar “Apropriação de Verba”.

APELO: Aquilo que de mais interessante, de mais atrativo existe em um produto ou serviço e que servirá de estímulo para sua decisão de compra, seja ela emocional ou racional.

APPROACH: O mesmo que abordagem.

APRENDIZAGEM: Envolve as mudanças no comportamento de um indivíduo decorrentes da experiência.

APRENDIZADO BASEADO EM TECNOLOGIA: Sinônimo de e-learning, abrange um amplo conjunto de aplicações e processo, tais como aprendizado baseado na internet, aprendizado baseado em computador, aulas virtuais e colaboração digital.

APROPRIAÇAO DE VERBA: Utilização prática do montante de verba autorizado pelo cliente para custear todas as etapas constantes de um Plano de Mídia, incluindo formatação das peças, tempo de veiculação, comissão de agência, impostos devidos, etc.

ÁREA COMERCIAL: Região demarcada junto a um centro de distribuição de produtos, caracterizada pelos apelos de diversificação e precificação dos produtos oferecidos tanto em nível de atacado como de varejo.

ÁREA PRIORITÁRIA: Mercado ou região que se pretende atingir, em função de uma estratégia de mídia ou de mercado já definida.

ARGUMENTAÇÃO: ou Argumento de Venda. Ato de explorar positivamente o principal atributo de um produto ou serviço levando o consumidor a aceitá-lo e adquiri-lo.

ARMAÇÃO: Conjunto de peças que formam armários, balcões; prateleiras, etc, dando-lhes sustentação e forma. Serve também para sustentar painéis, luminosos, displays, etc.

ARMAÇÃO DE PAREDE: Também conhecida como meia gôndola é uma prateleira que se encosta-se à parede.

ARMAZÉM: Grande depósito de mercadorias, normalmente de secos e molhados.

ARMAZÉM GERAL: Imóvel com finalidade específica de guardar e proteger produtos em grande quantidade e que se localizem, prioritariamente, perto dos centros de produção, distribuição e consumo.
.
ARQUIVO: Lugar onde ficam registrados dados, atos, fatos e acontecimentos durante a existência de uma empresa.

ARQUIVO DE PROPAGANDA: Tipo de serviço especializado na guarda de peças de propaganda e promoção e que as reproduz através de fotos e textos.

ART-DIRECTOR: (Inglês) O mesmo que Diretor de Arte.

ARTE: Apresentação gráfica e visual de peças de propaganda e promocionais. Consideram-se como trabalhos de arte, a execução de roughs, layouts, ilustrações, artes-finais, etc.

ARTE-FINAL: Última etapa de um trabalho de arte que irá para a produção gráfica. Para que o trabalho possa ser executado é necessário que sejam feitas na arte-final todas as indicações de cor, retículas, ilustrações, fotos, etc. em função do veículo de comunicação a que se destina (revista, jornal, livro, etc.).

ARTICULADO: Móvel que permite modificações em sua estrutura, adaptando-se em diferentes tamanhos e formas. Utilizado na divulgação de produtos.

ARTIGO: Mercadoria, bem, produto.

ARTIGO DE COMBATE: Produto vendido por um varejista por preço inferior ao oferecido pelo comércio normal e que tem a função de atrair consumidores. Também é utilizado quando o comerciante pretende trocar determinada linha de produtos.

ASSINATURA: Maneira de identificação de um anunciante ou de uma agência de propaganda nas peças veiculadas. Pode ser somente uma abreviatura ou simbologia colocada discretamente no canto do anúncio (no caso de agência) ou vir com identificação completa, com razão social, endereço, etc. (no caso do anunciante). Designa também o ato de receber, mediante pagamento, revistas, jornais, coleções, etc. periodicamente em lugar predeterminado.

ASSINATURA MUSICAL: Trecho de determinada composição musical que identifica imediatamente o produto ou serviço oferecido. Exemplo: “Vem prá Caixa você também. Vem!

ASSISTÊNCIA TÉCNICA: Serviço oferecido pelo fabricante direta ou indiretamente e que garante aos compradores a perfeita manutenção do bem adquirido.

ASSOCIAÇAO DE MARCA: Associação consciente ou inconsciente, por parte do consumidor, de determinada marca com algum desejo pessoal e que, de alguma maneira, foi satisfeito.

ATACADISTA: Tipo de comerciante que intermedia a colocação de produtos, mercadorias entre o produtor ou fabricante e o varejista.

ATACADO: Inclui todas as atividades envolvidas na venda de bens ou serviços para aqueles que compram para revenda ou uso industrial. Exclui os fabricantes e agropecuaristas, por estarem basicamente envolvidos na produção, e os varejistas.

ATENDIMENTO: Forma de prestação de serviço que uma Agência de Propaganda faz ao cliente integrando-se às suas necessidades de Comunicação de forma a acompanhar todas as etapas de levantamento, pesquisa, criação, produção e execução de serviços de comunicação mercadológica.

ATITUDE: É a resistência de uma pessoa às avaliações favoráveis e desfavoráveis, aos sentimentos emocionais e ás tendências de ação em relação a algum objeto ou idéia.

ATRIBUTO: Característica principal de um produto. Que é próprio dele.

AUDIÊNCIA: Grupo de pessoas que em determinado momento vê ou ouve determinada mensagem e é passível de mensuração.

AUDIÊNCIA ACUMULADA: Considera-se como o grupo de pessoas que sistematicamente foi exposto à determinada peça publicitária tanto em um único veículo de comunicação como em vários deles.

AUDIÊNCIA CATIVA: Pessoas ou grupo de pessoas que demonstram fidelidade a determinados veículos de comunicação.

AUDIÊNCIA DUPLICADA: Forma de apresentar a uma mesma pessoa uma peça publicitária através de dois ou mais veículos de comunicação.

AUDIÊNCIA LÍQUIDA: Audiência simples, sem superposição.

AUDIÊNCIA MÉDIA: Soma de audiências registradas em diferentes transmissões dividida pelo número de vezes em que houve transmissões.

AUDÍMETRO: Espécie de aparelho utilizado para medir a audiência de programas de rádio e TV através de dispositivos eletrônicos.

ÁUDIO: Aquilo que se ouve quando de uma transmissão por TV ou Cinema.

AUDIOVISUAL: Transmissão de mensagens através de som e imagem, simultaneamente.

AUDITORIA: Exame analítico e pericial de todas as fases de um processo.

AUDITORIA DE MARKETING: É um exame abrangente, sistemático, independente e periódico do ambiente, objetivos, estratégias e atividades de marketing de uma empresa ou unidade de negócio, visando encontrar ameaças e oportunidades e recomendar um plano de ação para melhorar o desempenho de marketing da empresa.

AUTOMARKETING: É a forma de marketing individual em que o consumidor assume mais responsabilidade para determinar que produtos e marcas comprar.

AUTO-SERVIÇO: ou Auto-Seleção. Pressupõe a ação do consumidor em escolher o produto e levá-lo ao caixa.

AUTOMATIC SELLING: (Inglês) Moderno sistema de vendas onde o consumidor, utilizando moedas ou cartões plásticos, retira de máquinas apropriadas à mercadoria escolhida.

AUTONÔMO: Que trabalha por conta própria, sem vínculo empregatício, mas protegido por lei específica.

AUTORIZAÇÃO: ou Ordem de Inserção. Documento que autoriza a veiculação de peça publicitária.

AUTOTIPIA: Processo através do qual se faz a reprodução gráfica utilizando-se fotogravura em relevo e que permite a reprodução de artes-finais. Em originais que têm meios-tons, estes são transformados em uma série de pontos minúsculos, de tamanho variável, segundo a gradação de tons do original. Estes pontos, quando reproduzidos, provocam a sensação visual conhecida como “degradé”, ou seja, de um tom mais forte para o mais fraco ou vice-versa.

AVALIAÇÃO: Estudo comparativo sobre as melhores alternativas de mídia, simulação de suas perfor¬mances e comparação do desempenho prático com o esboçado teoricamente.

AVILTAR : Mexer no preço ilogicamente.

AWARD : O mesmo que bonificação, prêmio.

BACKGROUND: Também conhecido como BG. Qualquer tipo de ruído ou som que surge ao fundo de uma mensagem publicitária.

BALÃO: Utilização, em anúncios, do mesmo recurso de histórias em quadrinhos, onde as falas estão escritas em espaços junto aos personagens.

BALÃO INFLÁVEL: Utiliza gás e fica preso ao solo por meio de corda. É utilizado na divulgação de mensagens promocionais, institucionais ou simplesmente para sinalização.

BALCÃO: Móvel utilizado para atendimento ao público e que também pode conter produtos.

BANCA: Estrutura modular feita especialmente para venda de produtos em locais públicos ou particulares e que pode ser facilmente transportável.

BANCO DE DADOS: Armazenamento de dados de forma ordenada, objetivando controlar a existência de duplicidade nas informações e facilitando o acesso às informações armazenadas.

BANCO DE DADOS DE CLIENTES: É um conjunto organizado de dados abrangentes sobre clientes atuais e potenciais, atualizado, acessível e acionável para propósito de marketing como geração e qualificação de interessados, venda de um produto ou serviço ou manutenção de relacionamento.

BANCO DE DADOS DE MARKETING: É o processo de desenvolver, manter e usar bancos de dados de clientes e outros bancos de dados(produtos, fornecedores, revendedores) com o propósito de contato e transação.

BAND ADVERTISING: Toda propaganda feita utilizando-se de tiras e faixas.

BANDED PACK: Artifício de venda em que se juntam dois ou mais produtos, sendo que um deles é de interesse efetivo e real no processo de venda e os outros são apresentados como brindes. Também utilizado para designar a oferta de um grupo de produtos por preço inferior à somatória de preços individuais.

BANDEIROLA: Também conhecida como “banner”, é utilizada em pontos-de-venda contendo mensagem promocional. Tem a forma de uma pequena bandeira e pode ser confeccionada em pano, plástico ou papel.

BARREIRA: ou ruído. Qualquer interferência que dificulte o processo de entendimento em um sistema de comunicação.

BEM: Aquilo que se produz em função de uma necessidade material.

BEM DURÁVEL: Produto que tem vida útil longa.

BENDAY: Palavra originada do nome do criador desta tecnologia (Benjamim Day - 1838/1916), onde, na reprodução de ilustração a traço, inclui retículas uniformes, obtendo assim efeitos diferentes.

BENEFÍCIO: Vantagens adicionais à função exercida. Remuneração. Margem de lucro. Em inglês - Benefits.

BENS DE CAPITAL: Bens de longa duração que facilitam o desenvolvimento e/ou administração de produtos acabados. Classificam-se em dois grupos: instalações e equipamentos.

BENS DE COMPRA COMPARADA: São os que o consumidor, no processo de seleção e compra, compara, caracteristicamente, baseado em adequação, qualidade, preço e estilo. Exemplos incluem móveis, vestuário, carros usados e grandes eletrodomésticos.

BENS DE CONVENIÊNCIA: São bens que o consumidor, geralmente, compra com freqüência, de imediato e com mínimo esforço. Exemplos incluem produtos de tabaco, sabões e jornais.

BENS DE ESPECIALIDADE: Bens com características e/ou identificação de marcas exclusivas, para as quais um grupo significativo de compradores está habitualmente disposto a fazer um esforço especial de compra. Exemplos incluem marcas e tipos específicos de artigos de luxo, carros, equipamentos de som, equipamentos fotográficos e ternos masculinos.

BENS NÂO PROCURADOS: Bens sobre os quais o consumidor não tem conhecimento ou sobre os quais sabe pouco, mas que não pensa normalmente em comprar. Novos produtos, como detectores de fumaça e processadores de alimentos, são bens não procurados até que o consumidor tome conhecimento deles pela propaganda. Exemplos clássicos conhecidos são seguro de vida, lotes em cemitérios, lápides de túmulos e enciclopédias.

BILBOARD: O mesmo que cartaz, painel, outdoor.

BILLING: Faturamento.

BIMENSAL: Publicação que aparece a cada quinzena. Duas edições por mês.

BIT: Menor quantidade possível de informação transmitida por um sistema.

BITOLA: Medida que determina a largura de um filme. Exemplo: 8mm - 16mm - 35mm - 7Omm.

BLISTER: Embalagem de papelão e bolha plástica estufada contendo pequenos produtos.

BLOCO: Inserção de propaganda durante determinado período.

BLOCO DE TEXTO: Corpo do texto. Parte do texto contendo os principais argumentos de uma campanha.

BOBINA: Peça usada para acondicionar fios, cordas, etc.

BODY-TYPE: Denominação do corpo do texto para diferenciá-lo das letras do título.

BOICOTE: Constranger, dificultar as relações comerciais.

BOI DE PIRANHA: Artifício de ofertar um produto em condições diferenciadas, visando colocar outros produtos no mercado.
.
BOLACHA: Gíria para denominar disco.

BOLAR: Criar, arquitetar, conceber uma peça de Comunicação.

BOLD: Letra em negrito.

BONECO: Peça publicitária acabada, apresentada na forma de layout.

BONIFICAÇÃO: BV - Bonificação por Volume - Descontos ou vantagens oferecidas pelos veículos em função do volume de trabalho executado por uma Agência de Propaganda. O mesmo que Bônus.

BOOM: Crescimento anormal dos negócios em período determinado.

BOX: Destaque dado a um bloco de palavras dentro de um anúncio.

BRAINSTORM: Também conhecida como “Tempestade Cerebral”, trata-se de uma técnica que reúne diversas pessoas em busca de soluções criativas para determinado problema. Não há a necessidade de estas pessoas serem de uma mesma área. Após esta primeira reunião, realiza-se geralmente uma outra, dirigida para algumas das soluções propostas.

BRANCH 0FF ICE: Escritório regional.

BRAND: Maneira de identificar um produto ou empresa. Pode ser através de um símbolo, marca, nome, desenho ou sinal.

BREAK-EVEN-POINT: Ponto de equilíbrio. É quando os custos se equiparam às receitas.

BRIEFING: Informações dadas pelo cliente à Agência e que servirão de início para a formulação de estratégias de planejamento e criação.

BRINDE: Objeto promocional ofertado gratuitamente a consumidores ou possíveis consumidores.

BROADSIDE: Peça publicitária que contém todas as etapas de uma Campanha de Propaganda e que normalmente é enviada à Área de Vendas para servir de incentivo. Diz-se também de material impresso contendo informações sobre uma empresa e seus produtos.

BROCHURA: Determinado tipo de encadernação no qual os cadernos são colados ou costurados, tendo como capa um cartão ou papel de alta gramatura, chamada comumente de “capa mole”.

BRUMORO: Cópia em papel fotográfico de um filme em negativo.

BUDGET: Forma final de apresentação dos custos/investimentos a serem feitos por um setor ou pela empresa como um todo. Orçamento.

BULA: Texto que acompanha um produto informando sobre seu uso.

BOULEVARD: Rua larga. Avenida. Espaço reservado para ações promocionais.

BYTE: Unidade básica de informação, constituída geralmente de 8 bits.

C.A: O mesmo que Caixa Alta.

CABEÇALHO: Parte superior de um texto. Título.

CACHÊ: Pagamento efetuado a profissionais ou amadores para desempenharem determinadas funções por tempo determinado.

CADASTRO: mailing list - Relação de dados contendo principalmente nome e endereço de pessoas ou empresas de segmentos definidos e que possam participar de uma ação mercadológica através do envio de mala direta.


CADEIA DE EMISSORAS: Reunião permanente ou temporária de emissoras de rádio ou TV para transmissão simultânea de fatos ou programas.

CADEIA DE LOJAS: Bloco de duas ou mais lojas integrantes de uma mesma empresa e que operam no mesmo ramo.

CADERNO: Termo jornalístico que especifica seção voltada para um único tema ou
público-alvo determinado.

CAIXA ALTA: Denominação dada às letras maiúsculas em um texto.

CAIXA BAIXA: Denominação dada às letras minúsculas em um texto.

CALANDRA: Máquina formada de cilindros destinados a alisar o papel quando no processo de fabricação.

CALENDÁRIO PROMOCIONAL: Peça de Comunicação contendo as datas dos principais eventos promocionais de determinado período.

CALHAU: Pequeno texto ou anúncio utilizado para preencher espaços não comercializados em revistas ou jornais.

CALÍGRAFO: Profissional especializado em caligrafia (escrita bela).

CAMADA SOCIAL: Divisão do consumidor seguindo parâmetros de cultura, costumes e padrões.

CAMPANHA: Totalidade das peças publicitárias criadas segundo um planejamento anterior e que serão veiculadas para um público-alvo definido. Conjunto de operações mercadológicas com um objetivo determinado.

CAMPO: Região delimitada para aplicação de uma pesquisa.

CANAIS DE MARKETING: São conjuntos de organizações interdependentes envolvidos no processo de tornar um produto ou serviço disponível para uso ou consumo.

CANAL: Meio ou veiculo de comunicação utilizado para levar a mensagem até o público alvo.

CANAL DE DISTRIBUIÇÃO: Todas as etapas do caminho percorrido para a distribuição de bens desde o produtor até o consumidor.

CANCELAMENTO: Ato de inutilizar a autorização dada para a veiculação de mensagem publicitária, produção de peças etc.

CAPA: Cobertura de papel que protege um impresso. Em uma revista, por exemplo, temos a primeira capa (de frente para o leitor antes de abrir a revista), a segunda capa ou contracapa (que fica no verso da primeira capa), a terceira capa ou também contra-capa (que fica no verso da última capa), e a quarta capa ou última capa, do lado externo e que fecha a revista.

CAPACITAÇÃO: Caracterização da situação atual da organização, com relação a algumas variáveis ambientais críticas internas ( de seu ambiente interno), que identifica seus pontos fortes (potencialidades) e seus pontos fracos ( vulnerabilidades), sempre considerando um cenário futuro previsto. Assim, indica a capacidade de a organização atuar, com sucesso, nesse cenário futuro previsto.

CAPA DURA: Capa feita de papelão revestido.

CAPITAL: Bens e patrimônio de uma empresa.

CAPITAL ABERTO: Empresa que tem suas ações distribuídas entre seus acionistas e que estas ações sejam negociadas em Bolsas de Valores.
.
CAPITAL DE GIRO: Importância financeira destinada a custear suas próprias operações mercantis.

CAPITAL FECHADO: Empresa que tem seu capital subscrito por número determinado de sócios.

CAPITALIZAÇÃO: Reaplicação dos lucros de uma empresa em seu próprio patrimônio.

CAPITULAR: Grande destaque dado à letra que inicia determinado texto. Geralmente apresenta características próximas a uma arte.

CARACTERE: Letra do alfabeto. Símbolo. Impressão. Também designa frases, textos corridos sobre uma tela com imagem.

CARICATURA: Forma de expressão artística que realça determinadas peculiaridades de pessoas ou objetos.

CARONA: Artifício utilizado em uma peça publicitária ou promocional para divulgar outro produto ou serviço além daquele que é o principal foco de atenção.

CARRY-OVER: Ponta de estoque

CARTA: Forma de comunicação escrita, personalizada e que faz parte do Sistema de Mala Direta.

CARTA DE CRÉDITO: Importância colocada à disposição de determinada pessoa durante período definido.

CARTA PATENTE: Documento cedido pelo governo garantindo uma Concessão por período definido e segundo condições predeterminadas.

CARTÃO: Ou papel cartão. Folha encorpada utilizada em peças de propaganda ou promoção que necessitem de maior resistência.

CARTÃO DUPLEX: Cartão em que, no seu processo de fabricação, utilizam-se duas camadas de pasta, unidas sem cola e que podem apresentar faces com cores e texturas diferentes.

CARTÃO RESPOSTA: Peça comumente usada no Marketing Direto e que visa facilitar a resposta, por parte do consumidor, sobre o pedido de determinado produto ou serviço. Exemplo: quando da assinatura de jornais ou revistas.

CARTAZ: Também conhecido como Outdoor, é uma peça com impressão de apenas um dos lados, a cores ou preto e branco, que fica exposta em grandes armações ao ar livre. O período normal de exibição de um Cartaz é de 15 dias.

CARTAZETE: Pequeno cartaz para exibição interna.

CARTEIRA: lista ou relação de clientes.

CARTEL: União ilegal de empresários do mesmo ramo visando, através de práticas ilegais, combater a concorrência.

CASE: O mesmo que caso. Normalmente usa-se esta palavra para exemplificar determinado acontecimento citando todas as etapas que o compuseram. Acontecimento de sucesso.

CASH: Pagamento à vista.

CASH-FLOW: Fluxo de caixa. Previsão das necessidades financeiras.

CATALIZAR: Incentivar. Concentrar esforços em determinado objetivo mercadológico.

CATÁLOGO: Relação de objetos. Lista. Fichário contendo listas ou fotos de produtos.

CAUÇÃO: garantia dada que permite a execução de compromisso ou contrato assumido.

C.B.: O mesmo que Caixa Baixa. Usado na composição de textos.

CD ROM: O mesmo que disk, Ready-only disco a laser, (memória de leitura). Utilizado para armazenar todo tipo de informação.

CENÁRIO SETORIAL: Prognóstico do comportamento futuro de um conjunto de variáveis ambientais críticas, do ambiente externo da organização, que caracterizam as oportunidades e as ameaças existentes em um futuro previsível (horizonte de planejamento).

CENSO: Reunião de dados estatísticos dos habitantes de uma região.

CENTIMETRAGEM: Utilizada na área jornalística, serve para delimitar espaços de um anúncio a partir da multiplicação do número de colunas pela altura em centímetros (cm/coluna).

CENTÍMETRO DE COLUNA: Unidade para cálculo dos espaços comercializados em jornais. Corresponde à altura de um centímetro e à largura de mais ou menos 4.5 centímetros. Exemplo de cálculo: Um anúncio com 18 cm de largura (= a 4 colunas) e 20 cm de altura teria um total de 80 cm de coluna (4 col. x 20 cm).Se cada cm/col. custar R$ 5,00 é só multiplicar 80 cm de coluna pelo preço de cada cm/col. ou seja, 80 x R$ 5,00 = R$ 400,00.

CHAMADA: Texto pequeno que normalmente chama a atenção para um outro texto internamente colocado. Frase curta que visa atrair o leitor para determinado texto. Primeiro ponto de atenção escrito de um anúncio.

CHANCELA: Assinatura de um patrocinador em determinado momento de um programa de TV. Patrocínio.

CHAPA: Peça metálica lisa e de pouca espessura usada em máquina impressora.

CHAPADO: Expressão muito utilizada quando do processo de impressão e que se refere às áreas que são impressas com 100% de determinada cor.

CHARGE: (Francês) Representação bem-humorada de algum fato importante.

CHAT: Descreve a maneira pela qual as pessoas se comunicam on-line em tempo real através do computador.

CHECK: Verificar, controlar o desenvolvimento de criação e produção de peças de comunicação em suas diversas etapas.

CIAN: Cor utilizada no processo de impressão e que corresponde ao azul.

CICLO MERCADOLÓGICO: A vida de um produto desde a sua concepção, estudos dos diversos períodos que compõem a criação, produção, divulgação, comercialização e aceitação de um produto.

CIF: Cost, lnsurance, Freight - Determinação especificada dentre um contrato de compra e venda e que inclui a entrega da mercadoria no ponto de embarque, o respectivo frete e também o seguro,. dentro de um valor pré-estipulado.

CILINDRO: Peça de uma máquina de impressão. Os cilindros podem ser de impressão, borracha, chapa, pressão etc.

CIRCUITO FECHADO: Tipo de transmissão televisiva restrita, dirigida a público definido.

CIRCULAÇÃO: Número, quantidade final de exemplares efetivamente distribuídos. Pode ser paga, gratuita ou mista (paga e gratuita ao mesmo tempo).

CLAREAR: Retoque que diminui a densidade de cor em uma determinada área.

CLASSE SÓCIO-ECONÔMICA: Grupo de pessoas que possui as mesmas características quanto ao grau de escolaridade, renda e outras características semelhantes.

CLICHÊ: (Francês) Placa gravada em relevo sobre metal pelo método fotomecânico e em sentido inverso à imagem original. Usada para impressão.

CLIENTE RENTÁVEL: É uma pessoa, residência ou organização que gera um fluxo de receita para a empresa fornecedora e que excede o fluxo do custo de atrais, vender e servir esse cliente.

CLIP ART: Ilustrações e desenhos computadorizados.

CLIPPING: Conjunto de recortes, assuntos, anúncios, sobre assunto predeterminado.

COBERTURA: Área atingida por determinado veículo de comunicação. Número de pessoas atingido por um veículo de comunicação.

CÓDIGO DE BARRAS: Como o próprio nome diz, é um conjunto de barras de espessuras diferentes, colocado na parte externa da embalagem dos produtos que serve para identificar todas as suas características como preço, fabricante etc.

COMANDOS: Instruções para o computador.

COMERCIAL: Nome dado aos anúncios veiculados em rádio e TV.

COMISSÃO: Taxa de 20% regulamentada por Lei e que dá à Agência de Propaganda uma remuneração em função das autorizações para veiculação.

COMPENSAÇÃO: Maneira de reparar um erro cometido pelo veículo quando da inserção de um anúncio em rádio, jornal, TV ou qualquer outro meio de comunicação.

COMPOSIÇÃO: Ato de compor um texto. Pode ser uma composição mecânica, manual ou fotocomposição.

COMPOSTO DE PRODUTOS: (também chamado SORTIMENTO DE PRODUTOS) é o conjunto de todos os produtos e itens que um vendedor específico coloca à venda para os compradores.

COMPOSTO MERCADOLÓGICO: Estratégias usadas desde a concepção do produto até sua colocação no mercado.

COMPRA ORGANIZACIONAL: É o processo de tomada de decisão em que organizações formais estabelecem a necessidade de comprar produtos e serviços e identificar, avaliar e escolher entre marcas e fornecedores alternativos.

CONCEITO DE MARKETING: Assume que a chave para atingir as metas organizacionais consiste em ser mais eficaz do que os concorrente para integrar as atividades de marketing, satisfazendo, assim, as necessidades e desejos dos mercados-alvos.

CONCEITO DE MARKETING SOCIETAL: Assume que a tarefa de organização é determinar as necessidades, desejos e interesses dos mercados-alvos e atender às satisfações desejadas mais eficaz e eficiente dos que os concorrentes, de maneira a preservar ou ampliar o bem-estar dos consumidores e da sociedade.

CONCEITO DE PRODUÇÃO: Assume que os consumidores darão preferência aos produtos que estiverem amplamente disponíveis e forem de preço baixo. Os gerentes de organizações orientadas para a produção concentram-se em atingir eficiência de produção elevada e distribuição ampla.

CONCEITO DE PRODUTO: Assume que os consumidores favorecerão aqueles produtos que oferecerem mais qualidade, desempenho ou características inovadoras.Os gerentes das organizações orientadas para produto focam sua energia em fazer produtos superiores, melhorando-os ao longo do tempo.

CONCEITO DE VENDA: Assume que os consumidores, se deixados sozinhos, normalmente, não comprarão o suficiente dos produtos das organizações. Assim a organização deve empregar um esforço agressivo de venda e de promoção.

CONCURSO: Maneira de motivar equipes de vendas ou consumidores a participar de determinados eventos em função de prêmios oferecidos.

CONSIGNAÇÃO: Ato de entregar mercadorias mediante a promessa de pagamento quando efetuada a venda.

CONSUMIDOR FINAL: Indivíduo que adquire um produto sem intenção de repassá-lo a outro.

CONTA-FIOS: Uma lente de aumento com a finalidade de analisar materiais impressos.

CONTATO: Profissional de Propaganda ou Promoção encarregado do atendimento de determinada conta ou cliente, sendo responsável pela correta execução de todas as etapas que envolvem a relação Empresa/ Agência de Propaganda.

CONTEÚDO: A propriedade intelectual e o conhecimento que se transmitem. O conteúdo é o investimento e o ativo mais importante do e-learning. Os diferentes tipos de conteúdo de e-learning incluem texto, áudio, vídeo, animação e simulação.

CONTRA CAPA: Os lados internos da capa de livros ou revistas.

CONVENÇÃO: Reuniões realizadas com a equipe de vendas, representantes ou revendedores envolvidos em Planos de vendas, metas, lançamento de novos produtos, campanhas publicitárias. Tem caráter festivo e de alto impacto dando novo ânimo à equipe, especialmente àqueles que estão em contato direto com o mercado.

CONVERSÃO: Passagem de um material original em cores para preto e branco.

COOPERATIVA: Grupo de pessoas que se une para alcançar objetivos em comum.

CO-PATROCÍNIO: Divisão de cotas entre empresas que patrocinam um mesmo programa ou evento.

COPIÃO: Cópia sem cortes de um comercial ou filme e que servirá de caminho para a cópia final.

COPY–DESK: Reescritura de textos tornando-os mais claros, melhores, prontos para ser impressos.

CORES DE IMPRESSÃO
: Também conhecido como “quadricromia” e são o ciano (cyan), o magenta, o amarelo e o preto.

COR ESPECIAL: Quando se utiliza uma tinta de cor diferente das cores de impressão normais. Normalmente se obtém a partir da mistura das tintas.

CORPO: Unidade utilizada para medir os caracteres tipográficos. Define o tamanho das letras a serem usadas na composição.

CORPO E VINCO: Processo utilizado no acabamento gráfico e que permite colocação de serrilhas, corte com ou sem picote, vinco etc.

CORREIO ELETRÔNICO: E-mail – toda correspondência que se recebe ou envia pelo computador através de um modem.

CPM: Custo por mil.

CRACHÁ: Emblema. Identificação. Cartão com dados do usuário.

CRÉDITO: Identificação de quem criou determinado anúncio, texto, foto etc. É também a possibilidade de efetuar algum tipo de transação sem a necessidade de efetuar o pagamento à vista.

CROMALIM: Utilizado no offset é um processo de prova de um material impresso que utiliza pigmentos coloridos da mesma tonalidade das tintas de impressão.

CROMO: Imagem transparente colorida em slide, positivo, diapositivo, Kodakchrome etc.

CRONOGRAMA: Maneira de representar graficamente as diversas datas e etapas de um trabalho ou atividade.

CUPOM: Pequeno papel impresso, muitas vezes numerado, que permite ao cliente ou consumidor a participação em determinado evento promocional ou solicitação de algum produto ou serviço.

CUSTO LÍQUIDO: Preço líquido cobrado pelos veículos de comunicação às Agências de Propaganda, após serem deduzidos os descontos.

CUSTO DE COBERTURA: Ou G.R.P. ou Custo por Milheiro, define o valor obtido na divisão do montante investido em determinada ação publicitária pelo número de pessoas que presumivelmente foram atingidas.

DADO: Aquilo que se toma como base para um cálculo quantitativo ou qualitativo.

DEADLINE: Último prazo para entrega de um material ou serviço.

DEALER: Revendedor.

DEBÊNTURE: Crédito ao portador na forma de títulos e tendo como garantia os seus
ativos.

DÉBITO: Dívida. Contrapartida do crédito.

DECALQUE: Processo de transportar uma imagem ou desenho de um papel para outra superfície. Artifício muito utilizado em promoção.
.
DECIBEL: Unidade que mede o volume do som.

DECLÍNIO DE VENDAS: Quando as empresas enfrentam queda de vendas, entram em pânico e passam a procurar respostas.

DECORAÇÃO: Utilização de um espaço a partir da colocação de enfeites, adornos ou material promocional visando diferenciar este espaço em função de uma ação estratégica.

DECUPAR: Marcar cenas em um roteiro de filmagem para TV ou Cinema.

DÉFICIT: Aquilo que ainda falta para que a receita se iguale à despesa.

DEFINIÇÃO: Grau de qualidade de uma imagem onde se possa ver nitidamente os detalhes e contrastes.

DEFLAGRAR: Iniciar uma ação promocional ou publicitária.

DEGOLAR: Cortar textos ou imagens impressas de maneira errada, cortando partes
importantes para a compreensão da mensagem.

DEMANDA DE MERCADO: Para um produto é o volume total que seria comprado por um grupo definido de consumidores em determinada área geográfica, em período de tempo definido, em ambiente de marketing definido, sob determinado programa de marketing.

DEMARCAR: Definir, estipular prazos de uma ação. Determinar uma área.

DEMONSTRAÇÃO: Colocação de um produto ou serviço em contato direto como consumidor a fim de que o mesmo seja testado.

DENOTAÇÃO: Indicação do sentido de uma mensagem através de sinais, símbolos ou notas. Revelar. Mostrar. O contrário de conotação.

DENSITÔMETRO: Aparelho com célula fotoelétrica que mede a densidade da tonalidade das cores, utilizado no controle de fotolito e provas.

DEPARTAMENTO DE ARTE: Área em uma Agência de Propaganda ou Promoção destinada a profissionais responsáveis pela confecção de peças impressas.

DEPARTAMENTO DE CRIAÇÃO: Área em uma Agência de Propaganda ou Promoção destinada a profissionais responsáveis por toda a criação de qualquer peça de comunicação para as mídias impressa ou eletrônica. Deve integrar-se harmoniosamente com as outras áreas ou departamentos da empresa em busca de um objetivo mercadológico previamente traçado.

DEPARTAMENTO DE MÍDIA: Área que analisa, pesquisa e planeja a compra de espaços nos veículos de comunicação para divulgação das mensagens publicitárias ou promocionais.

DEPARTAMENTO DE PESQUISA: Área responsável pela formulação e compra de estudos que irão orientar cliente e agência na elaboração de estratégias mercadológicas.

DEPARTAMENTO DE PRODUÇÃO: Área responsável por produzir fisicamente as peças promocionais e publicitárias utilizando-se de fornecedores.

DEPARTAMENTO DE PROPAGANDA E PROMOÇÃO: Trata-se do setor encarregado, dentro de uma empresa, de coordenar todas as atividades ligadas à propaganda e promoção de vendas, sendo também o elo principal entre cliente e agência. Em algumas empresas, devido ao porte e características, estes Departamentos atuam separadamente.

DEPARTAMENTO DE CINE/ RÁDIO/ TV: Setor que engloba, dentro de uma agência, a função de coordenar a produção de todo o material destinado à veiculação em cinemas e emissoras de rádio e TV.

DEPARTAMENTO DE RELAÇÕES PÚBLICAS: Setor especializado nas tarefas de Relações Públicas. Os serviços de Relações Públicas tanto podem ser executados por um setor dentro da empresa ou instituição, como podem também ser efetuados por terceiros, isto é, empresas especialmente constituídas para prestar este tipo de serviço.

DEPARTAMENTO DE TRÁFEGO: Setor responsável pelo controle e andamento de todos os serviços que envolvem as áreas de criação e produção.

DEPARTAMENT STORE: O mesmo que Loja de Departamentos.

DERRUBAR: Abaixar os preços deslealmente.

DESACELERAÇÃO: Redução dos preços.

DESÁGIO: Desconto dado em um título de crédito quando o pagamento é feito à vista. Depreciação da moeda.

DESCAPITALIZAR: Uso do capital para corrigir diferença entre menor receita e maior despesa.

DESCARTÁVEL: Que não tem reaproveitamento por parte do consumidor.

DESCENTRALIZAR: Proporcionar autonomia. Dividir tarefas, funções ou estoques.

DESCONTO: Argumento promocional de conceder um abatimento sobre o preço de determinado produto ou serviço.

DESCREDENCIAR: Tirar a autorização de representação.

DESENHO A TRAÇO: Arte em preto-e-branco feita com pena ou pincel.

DESENHO INDUSTRIAL: Tipo de desenho técnico ou artístico utilizado, dentro do processo de criação, para dar forma a objetos bidimensionais (letreiros, faixas, etc.) ou tridimensionais (produtos, embalagens, etc.), levando-se em consideração aspecto mercadológicos em relação a sistema de produção e aceitação pelo consumidor.

DESFOCAR: Tirar de foco, perder a definição.

DESGASTE: Diminuição do efeito que determina mensagem pretendia ter, em virtude do excesso de exposição.

DESIGN: É a totalidade de características que afetam a aparência e funções de um produto em termos das exigências dos consumidores.

DESIGNER: Profissional que faz desenho industrial.

DESK RESEARCH: Pesquisa efetuada no próprio local de trabalho, utilizando dados paralelos, de segunda grandeza.

DESPERDÍCIO: Quando uma mensagem publicitária atinge público que não interessa ao anunciante.

DESVIO PADRÃO: Dispersão de dados medidos tendo como base a sua média aritmética.

DEVELOPMENT: Desenvolvimento.

DIAFILME: Filme em positivo com os quadros em movimento.

DIAGRAMA: Representação gráfica de um fenômeno. Tipo de cenário miniaturizado.

DIAGRAMAÇÃO: Layout - Colocação estudada de textos e ilustrações em determinado espaço de uma folha.

DIAPOSITIVO: Slide. Cromo. Reprodução fotográfica usada para projeção.

DIÁRIO: Publicação (jornal, folheto, informativo etc.) que se envia todo dia.

DIAS FORA O MÊS: Indica o dia de pagamento de um título contando a partir do primeiro dia do mês que se segue após a entrega do bem.

DIFERENCIAÇÃO: É o ato de desenvolver um conjunto de diferenças significativas para distinguir a oferta da empresa das ofertas concorrentes de seus concorrentes.

DIGITAL: Método de codificação de um sinal (dados) ou voz, no caso da telefonia para sua transmissão. Ele é convertido em séries de bits digitais (os “0” e “1” da linguagem binária do computador).

DIRECT MAIL: Mala Direta. Forma de comunicação onde a mensagem é dirigida para um público definido.

DIRECT SELLING: Venda direta, sem intermediário.

DIRETOR DE ARTE: Profissional normalmente integrante de uma “dupla de criação” e que é responsável por toda parte gráfica e de comunicação visual de uma peça, dividindo com o redator a criação desta peça. Na área editorial é o responsável pelo planejamento gráfico.

DIRETRIZES ESTRATÉGICAS: Conjuntos de indicações, de caráter amplo, que direcionam o comportamento da organização como um todo e orientam o processo de tomada de decisões, visando ao alcance dos objetivos estratégicos.

DISCO MAGNÉTICO: Placa circular magnetizável e que armazena informações. Pode ser rígido ou flexível.

DISCOUNT-HOUSE: Loja de descontos. Tem como objetivo facilitar o escoamento de pontas de estoque.

DISCUSSÃO EM GRUPO: Forma de pesquisa qualitativa visando obter informações de um grupo específico sobre produtos, serviços e campanhas publicitárias.

DISPLAY: Peça utilizada para exposição de produtos e para atrair a atenção do público-alvo. Podem ter a forma de gôndolas, prateleiras móveis, cartazes etc. O display pode simplesmente mostrar graficamente um produto como também conter o próprio produto em seu interior, induzindo o consumidor a pegá-lo.

DISPLAY TYPE: Tipo de letras grandes.

DISPONIBILIDADE: Espaço de tempo livre para uso em determinado veículo de comunicação.

DISSOLVE: Efeito utilizado em filmagens e que faz com que a imagem apareça ou desapareça como se estivesse envolvida numa nuvem de fumaça branca. Em muitos aparelhos este efeito é designado através das teclas fade-in e fade-out.

DISTINTIVO: Emblema. Crachá. Identificação.

DISTORÇÃO: Quando a lente se aproxima demasiadamente do objeto a ser focado.

DISTRIBUIÇÃO: Operações que visam colocar produtos e serviços segundo as necessidades de tempo e espaço do consumidor. Também se diz da recolocação do material tipográfico já utilizado, em suas respectivas caixas.

DISTRIBUIÇÃO DIRETA: Utilização dos sistemas de mala direta, reembolso postal ou door to door para levar o produto ou serviço diretamente ao consumidor.

DISTRIBUIÇÃO FÍSICA: Operação envolvendo diversas etapas corno estoque, transporte e armazenamento de produtos desde o produtor até o consumidor.

DISTRIBUIÇÃO DE FREQUÊNCIA: Número de vezes em que determinados segmentos de públicos são expostos a uma determinada mensagem publicitária em função de sua maior ou menor exposição à mídia. Exemplo: se temos um público de l milhão de pessoas e 40% (400 mil) viram determinado anúncio, encontraremos a distribuição de freqüência quando segmentarmos esse público de 400 mil pessoas entre vários grupos: os que viram o anúncio apenas uma vez, aqueles que viram duas, três etc.

DISTRIBUIÇÃO INTENSIVA: Forma de distribuição que procura atingir, dentro de uma operação estratégica, o máximo de pontos-de-venda.

DISTRIBUIÇÃO NUMÉRICA: Relação entre o número de lojas onde a marca está presente X o número de lojas do Universo em que atua.

DISTRIBUIÇÃO PONDERADA: Volumes de vendas em espécie (dinheiro) das lojas onde a marca está presente X o número de vendas negociado pela categoria de produtos.

DISTRIBUIDOR: Atacadista.

DIVERSIFICAÇÃO: Ampliação da linha de produtos visando atender a uma maior parcela de consumidores e, por conseqüência, aumentando sua participação no mercado. Muitas empresas utilizam a diversificação, também como maneira de impedir avanços da concorrência dentro da sua faixa de atuação.

DIVERSIFICAÇÃO HORIZONTAL: Quando os novos produtos são introduzidos numa linha já existente.

DIVERSIFICAÇÃO VERTICAL: Quando a empresa inclui dentre suas operações normais atividades que antes eram executadas por terceiros, como produção de matéria-prima ou distribuição junto ao público final, por exemplo.

DIVIDENDO: Parte dos lucros referente à rentabilidade dos recursos investidos pela empresa e proporcional à quantidade de ações possuídas.

DIVULGAÇÃO: Tornar pública uma informação sem o objetivo intencional de persuasão.

DOBRA: Vinco. Sobreposição de uma parte à outra.

DOCUMENTÁRIO: Filme que registra um fato ou evento e que normalmente é de curta duração.

DOMINÂNCIA: Excesso de exposição de um determinado serviço ou produto por meio da utilização maciça dos meios de comunicação e com o objetivo de dificultar a penetração da concorrência.

DOOR TO DOOR: Vendas porta a porta.

DOSSIÊ: Do francês Dossier - Reunião de documentos alusivos a algum fato, empresa ou pessoa.

DOUBLÉ: (Francês) Bicromia. Reprodução de uma foto p/b em duas cores, onde o preto funciona como cor base mais uma segunda cor trabalhada. Clichê em duas cores combinadas. No campo das artes cênicas, é aquele que ocupa o papel de outro em cenas de maior perigo.

DRAFT: Esboço. Traçado. Desenho.

DRAMATIZAR: Exagerar na argumentação de venda, na mensagem de uma peça publicitária ou promocional, visando obter maior atenção do público-alvo.

DRAWBACK: Devolução ou isenção de impostos quando da importação de matérias-primas que servirão exclusivamente para serem transformadas em produtos visando à exportação.

DRY TEST: Teste feito com uma pequena quantidade de produto o qual foi produzido especificamente para pesquisar sua demanda junto ao público-alvo.

DUBLAGEM: Substituição da voz original por outra normalmente traduzida. Utiliza-se também na propaganda quando o tipo físico do personagem de um comercial não condiz com a modulação de voz exigida.

DUMPING: Forma exploratória de incentivar artificialmente a exportação de determinado produto isentando-o de impostos ou taxas que deveriam ser cobrados e ao mesmo tempo punindo o consumidor interno através do aumento excessivo destes impostos a fim de compensar o baixo preço para o mercado externo.

DUPLA CENTRAL: Anúncio de página dupla em jornal ou revista e que coincida com o meio do caderno.

DUPLA DE CRIAÇÃO: Tradicionalmente conhecida como a que reúne um Redator e um Diretor de Arte os quais se incubem do processo de criação de peças promocionais ou de propaganda.

DUPLA FALSA: Anúncio de página dupla que mesmo não estando localizado na parte central do jornal ou revista mantém a sua característica de inteireza gráfica, não havendo separação da mensagem entre as páginas.

DUPLEX: Papel composto por duas camadas de pasta unidas sem uso de cola durante seu processo de fabricação e que tem como característica principal às faces de cores ou de texturas diferentes.

DUPLICATA: Reprodução de cromo segundo o formato desejado, com ou sem retoques e que pode ser utilizado para seleção. Diz-se também do título emitido com os
mesmos dados da fatura e que comprova a preexistência de crédito em nome do comprador.

DURABILIDADE: É a mensuração do tempo de duração previsto para o produto sob condições naturais e/ou intensas.

ECONOMIA DE ESCALA: Aumento proporcional de todos os fatores de produção tendo como objetivo a redução do custo unitário.

ECONOMIA DE MERCADO: Quando o sistema econômico funciona sem a intervenção do Estado e os preços flutuam em virtude das relações produtor/consumidor.

ECONOMIA POPULAR: Conjunto de interesses econômicos de um povo e que está sob a proteção jurídica do Estado. Para controlar ou fiscalizar este rol de interesses existem mecanismos de defesa do consumidor que devem estar sempre atuantes.

EDIÇÃO: Publicação de qualquer obra produzida em qualquer meio de impressão.

EDIÇÃO ABREVIATIVA: Quando partes do texto que não comprometem o todo da obra são suprimidas, reduzindo-se assim o texto original. Ex. edições de bolso.

EDIÇÃO AMPLIADA: A que é acrescida de novos textos não existentes na edição anterior.

EDIÇÃO AUTORIZADA: Que recebe expressa autorização do autor ou do objeto da obra quando se tratar, por exemplo, de biografia.

EDITAL: Forma de publicação sem fins promocionais contendo mensagens governamentais ou empresariais e que se destina a conhecimento público ou dirigido a determinado segmento.

EDITAR: Colocar uma produção cinematográfica na ordem estipulada através das seqüências. Publicar textos.

EDITOR: Responsável pelos textos especializados dentro de uma publicação genérica.

EDITOR DE ARTE: Profissional que cuida do projeto gráfico-visual.

EDITOR DE TEXTO: Programa de computador dirigido para redação, edição e armazenamento de textos.

EDITOR RESPONSÁVEL: Juridicamente responsável pelo conteúdo de uma publicação.

EDITORAÇÃO: Atividades técnicas de preparação de um original a ser impresso e que envolvem também revisão de forma e conteúdo dos textos.

EDITORIAL: Texto introdutório que exprime a opinião do veículo sobre determinado assunto.

EFEITO: Artifício sonoro ou visual.

EFEITO CUMULATIVO: Conseqüência da repetição de uma mensagem sobre determinado grupo identificado.

EFEITO MULTIPLICADOR: Retorno de imagem de um produto, serviço ou empresa feito a partir de uma ação promocional e que obteve uma abrangência superior ao planejado inicialmente e sem investimentos adicionais.

EFEITO RESIDUAL: Tudo aquilo que ficou guardado em nossa memória após passar algum tempo de termos visto um anúncio ou uma mensagem em geral.

ELASTICIDADE: Capacidade que o mercado tem em absorver quantidades cada vez maiores de bens de consumo.

E-LEARNING: Termo conhecido como “aprendizado eletrônico” ou “educação à distância”.

ELETROCÓPIA: Qualquer tipo de cópia que utiliza o processo de atração de partículas de pigmento através da aplicação de carga eletrostática.

EMBALAGEM: Invólucro que acondiciona e protege produtos. Segundo a ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas, podemos considerar três tipos de embalagens - Embalagem de despacho - própria para proteger o produto quando transportado. Embalagem intermediária - que somente acondiciona produtos dentro dela servindo para transporte interno. Embalagem individual - aquela que normalmente acompanha o produto no ato de aquisição pelo consumidor final.

EMENDA: Correção de erros cometidos na composição de texto. Acrescentar palavras ou textos após o original ter sido composto.

EMISSOR: Na área de Comunicação é o agente que inicia mensagens de tal maneira que aquele que as receba (receptor) entenda seu significado através de códigos em comum. Em Economia entende-se como a entidade autorizada a emitir moeda-papel.

EMPASTELAR: Misturar material tipográfico quando no processo de composição.

EMPOLADO: Defeito em película de tinta a partir do aparecimento de bolhas em sua superfície.

EMPÓRIO: Loja de secos e molhados.

EMPRATELEIRAMENTO HORIZONTAL: Quando produtos da mesma natureza são dispostos em faixas horizontais.

EMPRATELEIRAMENTO PARTICIPATIVO: Quando produtos de diversas marcas ocupam áreas divididas seguindo sua participação no volume de vendas.

EMPRATELEIRAMENTO VERTICAL: Quando produtos da mesma natureza são dispostos em faixas verticais.

EMPREENDEDOR: Denominação dada ao profissional com capacidade natural de gerir e impulsionar negócio próprio ou de terceiro a partir de medidas arrojadas e positivas.

EMULSÃO: Camada gelatinosa fotossensível dos materiais sensíveis à luz e utilizada em chapas e filmes fotográficos.

ENCABEÇAMENTO: Início de uma página feito com uma gravura ou vinheta.

ENCADERNAÇÃO: Acabamento e ordenação das folhas impressas na forma de cadernos que são colecionados e costurados para depois receber uma capa.

ENCAIXE: Disponibilidade financeira da empresa ou, na linguagem de mídia, quando existe espaço ou tempo em algum veículo.

ENCALHE: Números de exemplares de determinada publicação que não foram vendidos e são devolvidos ao editor.

ENCARTE: Colocação de folhas soltas impressas de forma diferenciada, dentro de uma publicação.

ENCASAR: Intercalar folhas impressas, umas dentro das outras, a fim de formarem um caderno.

ENCORPADO: Papel duro, grosso.

ÊNFASE: Destaque dado a um trecho de texto alertando para sua importância dentro do todo.

ENFOQUE: Tema. Abordagem.

ENGRADADO: Armação em forma de grade e que protege o produto durante seu transporte.

ENQUÉTE: (Francês) Fazer pesquisa. Tomar opinião.

ENSINO A DISTÂNCIA: Situação educacional em que o instrutor e os alunos estão separados pelo tempo, pelo espaço ou por ambos. Os cursos são ministrados em locais remotos por meios síncronos ou assíncronos – livros didáticos, gráficos, fitas de áudio ou vídeo, cd-roms, videoconferências, televisão interativa e fax. O ensino a distância não exclui o uso da sala de aula tradicional.

ENTERPRISE: (Inglês) Empresa.

ENTRAR EM MÁQUINA: Iniciar o processo de impressão a partir da colocação de chapa ou forma na máquina.

ENTREFOLHA: Folha em branco intercalada com outras já impressas, de uma mesma publicação, e que serve para anotações.

ENTRELINHA: Colocação de espaços de 1 a 6 pontos de corpo, entre as linhas de composição. E também o comentário ou conceito emitido a respeito de um texto.

ENTRETÍTULO: Títulos que dividem matérias ou textos extensos.

ENUNCIADO: Declarado.

ENVERNIZADO: Material impresso protegido com verniz.

ENVIRONMENT: (Inglês) Ambiente - Meio Ambiente.

ENVOLTÓRIO: Capa. Embrulho. Material que envolve produtos.

ENXERTAR: lntroduzir palavras em um texto.

ENXUGAR: Eliminar elementos desnecessários em um texto e que não comprometem o sentido final. Limpar um texto. Deixá-lo mais claro.

ERRATA: Lista dos erros tipográficos de uma obra impressa e que não foram percebidos durante o processo de revisão.

ESCALA DE CORES: Material que contém inúmeras combinações possíveis de tonalidades a serem utilizadas na impressão em cores.

ESCALA DE GRIS: Escala de densidade das variações do preto iniciando-se do seu valor mínimo (branco), passando pelos cinzas até chegar ao valor máximo (preto). Usada na fotorreprodução.

ESCAMBO: Troca direta de mercadorias sem o uso de moedas. Permuta.

ESCRITA AÉREA: Tipo de mídia onde a mensagem está escrita em uma faixa rebocada por uma aeronave, sendo que no uso noturno utiliza-se moderno sistema de apresentação eletrônica normalmente a partir de um helicóptero.

ESCURECER: Aumento da densidade em algumas áreas impressas. Retoque.

ESFUMADO: Desenho ou imagem que vai se desvanecendo gradativamente a partir de efeito obtido em laboratório.

ESMAGAMENTO DO PONTO: Quando, durante o processo de impressão, se alarga ou engrossa os pontos de retícula, distorcendo a imagem impressa.

ESPACEJAMENTO: Abrir, colocar maior ou menor espaço entre as letras, palavras ou linhas do texto.

ESPAÇO: Area delimitada para uma peça publicitária. Tempo de duração de um comercial, spot etc. Unidade de medida em mídia.

ESPAÇO DETERMINADO: Posição escolhida para veiculação de uma peça publicitária tanto na mídia impressa como eletrônica.

ESPECIFICAÇÃO: Descrição das características de um produto de modo a torná-lo identificável quanto aos seus atributos e em relação aos concorrentes.

ESPECULAR: Negociar com nítida intenção de obter vantagens e tirar proveito de uma situação.

ESPELHADO: Tipo de anúncio veiculado em lado ímpar, de página inteira ou em coluna e que se encontra posicionado frente a outro na mesma posição na página par subsequente.

ESPELHO: Boneco. Representação gráfica para indicar o conteúdo das páginas de uma publicação.

ESTAMPA: Desenho. Resultado do processo de impressão a partir de uma placa ou prancha gravada.

ESTANDE: Local reservado ao participante de uma feira ou exposição tendo sua estrutura feita basicamente de materiais de fácil manejo e montagem. É usado para promover produtos, serviços, sedimentar imagem, posicionar-se junto aos concorrentes, apresentar-se para novos nichos de mercado etc. A origem desta palavra vem do inglês – Stand - sendo ainda utilizada

ESTATÍSTICA: Processo de obtenção, análise e apresentação de dados tanto em forma analítica como gráfica.

ESTILIZADO: Desenho que teve sua forma original modificada.

ESTILO: É a descrição de como o comprador vê e sente o produto.

ESTILO DE VIDA: O estilo de vida de uma pessoa representa seu padrão de vida expresso em termos de atividades, interesses e opiniões. Retrata a “pessoa por inteiro” interagindo com seu ambiente.

ESTIMATIVA: Previsão de vendas. Cálculo preliminar de orçamento.

ESTIPULADO: Calculado. Ajustado entre as partes.

ESTOURAR: Quando o texto composto excede o lugar para ele diagramado.

ESTRATÉGIAS: Formas ou caminhos adotados pela organização, para atingir os seus objetivos estratégicos e cumprir sua missão. São linhas de ação que dirigem a obtenção, a disposição e o uso dos recursos, com vistas à consecução dos objetivos estratégicos. Assim, uma estratégia é um conjunto integrado de ações destinadas a gerar e manter vantagens.

ESTRATÉGIA DE COMUNICAÇÃO: Aplicação dos vários recursos de comunicação com a finalidade de atingir o público-alvo, mostrando a ele as características dos produtos ou serviços ofertados e induzi-lo ao processo de compra.

ESTRATÉIA DE MÍDIA: Aplicação dos vários recursos de veiculação com a finalidade de levar as mensagens ao público-alvo.

ESTRATÉGIA MERCADOLÓGICA: Planejamento das atividades mercadológicas visando viabilizar o fluxo de mercadorias entre produtor e consumidor de modo a atender às necessidades do consumidor e os objetivos de venda da empresa.

ESTRATIFICAÇÃO: Divisão do público em camadas sociais. Segmentação por hábitos, sexo, idade, renda etc.

ESTUDO DE VIABILIDADE: Conjunto de informações necessárias para analisar qual seria o comportamento de um produto, se o mesmo fosse criado e lançado no mercado.

EVENTO: Acontecimento que gira em torno dos objetivos promocionais de uma empresa.

EXCLUSIVIDADE: Compra total do tempo ou espaço disponível em determinado veículo eliminando assim a presença de produtos ou serviços concorrentes. Delimitação de área privativa para vendedor ou revendedor comercializar um produto.

EXIBIÇÃO: Transmissão de um comercial ou filme. Período de exposição de um outdoor.

EXIBIDORA: Empresa responsável pela produção e exibição de outdoors, cartazes, luminosos e painéis ao ar livre.

EXPEDIENTE: Exigência legal de colocação, em lugar de destaque, dos principais dados de uma publicação e a nomeação dos seus responsáveis.

EXPOSIÇÃO DE ANÚNCIO: Quantificação do número de vezes que o leitor vê uma peça.

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA: Tempo e intensidade da iluminação agindo sobre a camada sensível à luz do filme ou chapa.

EXPOSITOR: Mostruário. Dísplay (Inglês).

EXTENSÃO DE PRATELEIRA: Artifício de colocar uma lâmina de madeira ou plástico ao longo da gôndola visando aumentar a última prateleira.

EYE CAMERA: (Inglês) Aparelho que registra reações dos olhos das pessoas em relação às peças promocionais ou de propaganda que lhes são apresentadas.

FACA: Lâmina cortante utilizada nas guilhotinas e que dá acabamento aos trabalhos gráficos.

FACILIDADE DE CONSERTO: é uma medida que indica a rapidez e a atenção de um fabricante em relação a eventuais defeitos ou mau funcionamento de um produto.

FADING: Variação das intensidades do som prejudicando a audição.

FADS: (Inglês) Produtos ou serviços de sucesso rápido e curto. Modismos.

FAIR: (Inglês) Feira de amostras.

FAIR TRADE: (Inglês) Prática muito comum em países com estabilidade financeira e que consiste na obrigatoriedade dos varejistas manterem, junto ao consumidor final, os preços designados pelos fornecedores.

FALSA-MARGEM: Erro de impressão onde a margem externa de algumas páginas sai mais larga do que o normal.

FAMÍLIA: Produtos da mesma natureza e espécie.

FAMÍLIA DE TIPOS: Conjunto de caracteres criados a partir de um modelo básico e que apresenta variações de inclinação, largura, altura ou densidade.

FANTASIA: Marca de fantasia. Nome fantasia. Nome criado para identificar um produto ou serviço sem obrigatoriedade de vinculação com o vernáculo, e que pela liberdade expressa na sua construção, tende a valorizar OS processos de leitura, memorização e identificação deste produto. Exemplo: Kibon, Bom-Bril, Omo, Gilete, etc.

FASCÍCULO: Obra de publicação periódica e que procura manter o interesse do leitor durante determinado tempo.

FASE: Duração de uma campanha de comunicação.

FATOR DE EXPOSIÇÃO: Cálculo estimado de audiência de um veículo.

FATOR DE REPOSIÇÃO: Tempo estimado entre a entrega de um produto e o limite de renovação do estoque.

FATORES-CHAVE DE SUCESSO: Atributos (quantitativos ou qualitativos) que a organização deve ter para ser bem sucedida no seu ramo de negócio (setor). A identificação dos fatores-chave de sucesso depende diretamente da missão da organização. Pode-se dizer que os fatores-chave de sucesso são atributos com relação aos quais a organização deve obter um desempenho no mínimo satisfatório. Em outros termos, são condições necessárias e suficientes para o sucesso da organização.

FATURA: Relação que segue quando do transporte de um ou mais produtos contendo todas as suas características assim como a forma de comercialização e que devem estar de acordo com a nota fiscal correspondente.

FATURAMENTO: Volume bruto de vendas em uma empresa. Volume de receita de uma agência ou veículo de comunicação.

FAX MODEM: Aparelho que envia e recebe fax através do computador.

FECHAMENTO: Inglês (Dead-line) - Último prazo para entrega de material a ser incluído em veículo de mídia impressa ou eletrônica.

FEE: Forma de remuneração fixa em valores pré-estipulados e que são cobrados ao cliente pela agência de propaganda ou outro prestador de serviço em retribuição a trabalhos executados. Esta forma de remuneração, quando adotada, substitui a tradicional comissão de agência.

FEEDBACK: (Inglês) Processo de realimentação do sistema de comunicação a partir do qual o emissor (aquele que envia), percebe as reações do receptor ante a mensagem que foi enviada. O feedhack permite que se reoriente a comunicaçao em virtude do objetivo a ser alcançado.

FEELING: (Inglês) lntuiçao. Sensibilidade frente a um fato.

FEIRAS E EXPOSIÇÕES: Praça de negócios onde se promove produtos e
serviços, estabelecendo-se contatos diretos com clientes ou prospects. Ambiente preparado, que concentra um elevado numero de compradores e interessados.

FERRAMENTA DE AUTORIA: Programa ou aplicativo de software que permite às pessoas criar seu próprio material de e-learning.

FIDELIDADE DE AUDIÊNCIA: Preferência contínua do público-alvo perante a um veículo de comunicação.

FIDELIDADE DE MARCA: Preferência contínua do consumidor em relação a um produto ou serviço.

FILETE: Fio pequeno. Traço, linha usada para separar textos, ilustrações etc.

FILME DE TRAÇO: Filme de alto contraste e que se usa para reprodução de artes a traço.

FILMETE: Filme de propaganda com duração de 15, 30 ou 60 segundos.

FILMOTECA: Cinemateca. Lugar onde se arquivam e preservam os filmes e microfilmes.

FINALIZAÇÃO: Última etapa no acabamento de uma peça publicitária a ser enviada para aprovação junto ao cliente.

FIXADOR: Solução química utilizada para reter, fixar uma revelação fotográfica.

FLASH: (Inglês) Divulgação imediata de um acontecimento jornalístico, de forma rápida e concisa e que venha a interromper a programação normal de uma emissora.

FLEXOGRAFIA: Sistema de impressão rotativa, em relevo, a partir da utilização de formas plásticas ou de borracha. Bastante utilizado na impressão de embalagens, papel cartão etc.

FLOU: (Francês) Foto tremida, embaçada, fora de foco.

FLUXO DE AUDIÊNCIA: Movimento da audiência dentro de um programa.

FLUXOGRAMA: Gráfico que se utiliza de símbolos convencionados e que representam o andamento, o fluxo de um trabalho. Representação gráfica de uma rotina de trabalho.

FOB: (Inglês) Free on board - Quando o preço de uma mercadoria compreende sua entrega no local determinado pelo comprador incluindo, por conta deste, as despesas de frete e seguro bem como todos os riscos até o seu destino.

FOCO: Variação da nitidez de imagem.

FOLDER: (Inglês) Impresso constituído de uma única folha impressa contendo uma ou mais dobras.

FOLHETIM: Publicação periódica de partes de um texto como parte integrante de um jornal e com o objetivo de prender a atenção do leitor.

FOLHETO SANFONADO: Que apresenta muitas dobras.

FOLLOW-UP: (Inglês) Acompanhamento de um evento, de um objetivo, de uma tarefa.

FONOGRAMA: Sinal gráfico que identifica o som. O mesmo que spot ou jingle.

FONTE: De onde se inicia o ciclo de comunicação. Graficamente é o conjunto de caracteres de um tipo.

FORA A FORA: Ou sangrado. Anúncio, foto, ilustração ou qualquer impressão que cubra todo o espaço do papel, sem deixar margens.

FORA DE TEXTO: Material ilustrativo impresso à parte e que é intercalado no livro, revista, etc.

FORÇA DE VENDA: Equipe. Quadro de Vendas.

FÓRUM: Termo genérico para grupo de discussão. Criados na Internet facilitam para os usuários o debate sobre um tema específico.

FOTOCOMPOSIÇÃO: Sistema de composição de texto que utiliza máquinas especiais e computadores, permitindo memorizar, visualizar, revisar e corrigir textos com extrema facilidade.

FOTOCROMOMIA: Processo fotográfico para reprodução de imagens coloridas.

FOTO-LEGENDA: Fotografia acompanhada de texto descritivo ou interpretativo.

FOTOLITO: Filme usado para o processo de impressão offset.

FOTOMECÂNICO: Processo que reproduz imagens e textos sobre superfícies gravadas por meios fotoquímicos.

FOTOMONTAGEM: Imagem composta por diversas fotos ou partes de fotos diferentes sobre um fundo único. Exposições diversas em um mesmo filme fotográfico compondo a mesma foto.

FRAME: (Inglês) Área coberta por uma tomada de cena.

FRANCHISE: (Inglês) Franquia. Cessão de uso de marca mediante regras contratuais e por tempo predeterminado.

FRANQUIA POSTAL: Sistema que permite ao próprio remetente pagar as taxas relativas ao çartão ou carta-resposta que o destinatário irá lhe devolver.

FREE-LANCER: Profissional que presta serviços sem vínculo empregatício.

FREQUÊNCIA: Número de vezes (inserções) que uma peça de comunicação é colocada frente ao público-alvo.

FRONTISPÍCIO: Página de rosto. Página que inicia um livro e que contém informações como título, subtítulo, autor, editor, data etc.

FUNÇÃO MERCADOLÓGICA: Atividades do marketing utilizadas na comercialização de bens e serviços.

FUNDO PERDIDO: Recursos que são utilizados sem expectativa de retorno.

FUSÃO: Artifício de filmagem onde uma cena se sobrepõe imediatamente à outra. Aliança, união entre duas empresas visando criar condições para melhor se adaptarem às regras do mercado.

GANCHO: Elemento que ressalta dentro de uma peça e que serve para chamar a atenção do leitor.

GANHO DE PONTO: Tendência dos pontos crescerem na impressão em off-set.

GATO: Troca de letras ou sinais na composição.

GENERAL STORE: (Inglês) Tipo de lojas que vende artigos das mais diferentes variedades e utilidades. Varejão.

GIMMICK: Artifício. Recurso. Truque para chamar o público.

GÔNDOLA: Armação. Cesta utilizada em supermercados.

GÓTICA: Escrita de letras angulosas e linhas quebradas. Em sua forma mais apurada é conhecida como letra de forma.

GRAMATURA: Unidade que exprime o peso de papel em gramas por metro quadrado.

GRATIFICAÇÃO: Retribuição a mais por serviço bem executado ou acima do exigido.

GRAVAÇÃO: No processo por rotogravura, é a cópia e gravação dos cilindros de impressão. A gravação é obtida por meios eletromecânicos ou quimicamente. No processo Hot Stamping, a impressão é feita através de pressão e calor, utilizando clichês.

GRIFO: Letra inclinada à direita. O mesmo que itálico.

GRIS: Tonalidade cinza em impressos ou filmes.

GROSS RATING POINTS: GRP - Audiência bruta acumulada, ou seja, a soma, em porcentagens, dos pontos brutos de audiência. Considera-se uma unidade GRP igual a 1% de audiência. Por exemplo: se um anúncio foi apresentado 4 vezes e obteve 25% de audiência na primeira inserção, 28% na segunda, 27% na terceira e 30% na quarta inserção, soma-se essas porcentagens e teremos, então, 110 GRPs. Nota-se, por este exemplo, que a soma dos pontos de audiência para contagem dos GRPs pode ser superior a 100%. Quando a audiência é apresentada em números absolutos (quantidade de pessoas) e não em porcentagem, denominamos como ‘Impacto”.

GRUPOS DE REFERÊNCIA: Os grupos de referência de uma pessoa compreende todos os grupos que têm influência direta ou indireta sobre as atitudes ou comportamento da pessoa. Os grupos que têm influência direta sobre uma pessoa são denominados grupos de afinidade.

GUIA DE COR: Original que indica as cores e a porcentagem da cor pedida.

GUIA DE MONTAGEM: Rough ou diagrama que serve de guia para montagem de filmes.

HEADLINE: Título. Cabeçalho. Chamada.

HEAVY USER: Consumidor que se destaca ou pela sua assiduidade ou pela força que ele representa no volume de vendas.

HELIOGRAVURA: Gravação de ilustrações ou desenhos utilizando fotografias.

HEMEROGRAFIA: Conjunto de recortes de jornais e revistas.

HEMEROTECA: Onde se colecionam jornais e revistas.

HIPERMERCADO: Como definição clássica é o estabelecimento comercial que vende parte dos seus produtos utilizando o sistema de auto-serviço e parte através dos vendedores. O setor de auto-serviço é dividido em seções e, normalmente contém produtos alimentícios e de mercearia. Os outros setores, divididos em departamentos, são responsáveis pelos produtos climatizados e semi duráveis. É evidente que a constante evolução das técnicas de comercialização, aliada ao aparecimento de novos itens a serem oferecidos, está gradativamente atualizando esta definição. O número de check outs também pode ser utilizado para definir a classificação da loja.

HOLOGRAMA: Reprodução de texto ou imagem através da utilização de raio laser e que dá a sensação de movimento e profundidade.

HOMEM-SANDUÍCHE: Tradicional forma de propaganda na qual uma pessoa, geralmente do sexo masculino, caminha por roteiros previamente definidos, carregando dois cartazes ou placas publicitárias, uma na sua frente e outra atrás.

HOME-PAGE: Página inicial de qualquer endereço eletrônico. Serve como ponto de partida para a procura de informação referente a uma instituição ou pessoa.

HONORÁRIOS: Vencimentos de profissionais liberais. Remuneração de diretoria.

HORÁRIO NOBRE: Tradicionalmente reconhecido corno o período de maior índice de audiência nas emissoras de rádio e TV. Em televisão considera-se das 19 às 22 horas. Os períodos imediatamente anteriores e posteriores a estes horários são chamados de horários marginais.

HORIZONTE DE PLANEJAMENTO: Prazo-limite para o qual se consideram válidas as premissas e alternativas utilizadas para identificar o cenário futuro em que irá atuar a organização. É o prazo máximo para o qual se consegue fazer previsões, com relativa segurança. A extensão de tempo desse horizonte de planejamento varia em função do ramo de negócio (setor) da organização.

HOST: Computador central. Também chamado de servidor.

HOUSE AGENCY: Agência da Casa - Agência de propaganda juridicamente independente, mas ligada acionariamente a um sócio majoritário para o qual ela presta serviços com ou sem exclusividade.

HOUSE-BRAND: Marca da Casa. Marca própria de comercialização. Produtos que têm a marca do próprio supermercado e que concorrem com os de outros fabricantes.

HOUSE-ORGAN: Veículo impresso distribuído para público interno (funcionários e suas famílias e público externo (fornecedores, acionistas, clientes, imprensa, etc.). O mesmo que jornal da empresa, revista da empresa.

ICONE: Sinal identificador.

IDENTIDADE VISUAL: Conjunto de elementos como marca, cor, logotipo, placas de sinalização, papelaria interna, identificação de veículos, fachadas de loja etc., que ajudam a identificar e definir visualmente uma empresa.

ILUSTRAÇÃO: Gravura, desenho ou foto que acompanha texto de revista, livro, jornal, folheto etc.

IMAGEM: É o conjunto e crenças, idéias e impressões que uma pessoa mantém em relação a um objeto. As atitudes e as ações de uma pessoa em relação a um objeto são altamente condicionadas pela imagem desse objeto.

IMAGEM CORPORATIVA: Imagem de marca. A imagem que uma empresa, produto ou serviço tem junto ao público. Do inglês “brand image”.

IMPACTO: Impressão variável provocada no público por uma notícia, fato ou mensagem publicitária.

IMPACTOS: Total acumulado, em números absolutos das pessoas atingidas por uma mensagem transmitida através de mídia impressa ou eletrônica, durante um determinado período. Exemplo: uma revista com tiragem de 20 mil exemplares e uma média de 4 leitores por exemplar pode nos dar a cada inserção de anúncio um total de 80 mil impactos. Os impactos equivalem, em números absolutos, ao que os GRPs representam em porcentagens.

IMPLEMENTAÇÂO DE MARKETING: É o processo que transforma planos de marketing em ações específicas e assegura a execução dessas ações de modo a realizar os objetivos estabelecidos pelos planos.

IMPRENSA AMARELA: Assim definida aquele tipo de imprensa sensacionalista, mais conhecida no Brasil corno imprensa marrom.

IMPRESSO: Folhetos, cartazes, volantes, folders e outras peças promocionais produzidas através de impressão gráfica.

IMPULSO: Desejo de comprar algo que não estava planejado.

INDETERMINADO: Anúncio, comercial, peça publicitária veiculada em mídia impressa ou eletrônica sem posição de inserção predeterminada. Tem o preço de comercialização menor que a peça com espaço determinado.

INDICADOR DE GÔNDOLA: Informações que mostram o conteúdo daquela gôndola. Letreiro.

INDICADORES: Formas de verificação objetivas ou subjetivas, que demonstram a existência de um determinado estado de condição. Quando essa verificação é objetiva e expressa como a relação entre duas grandezas, denomina-se índice, que poderá caracterizar-se como uma taxa, se for calculado em termos percentuais.

ÍNDICE DE AUDIÊNCIA: Número relativo da audiência de determinado veículo em horário definido. Quando se tratar de mídia impressa, usa-se a expressão índice de leitura, que indicará a penetração de um jornal OU revista em um mercado definido.

INFORME PUBLICITÁRIO: Matéria paga. Tipo de mensagem publicitária que utiliza características de apresentação gráfica que a tornam parecida com matérias normais do veículo onde foi impressa.

INPUT: (inglês) Entrada.

INSERÇÃO: Publicação ou transmissão de um anúncio ou matéria. Colocação.

INSERT: (inglês) Encarte.

INSTITUCIONAL: Propaganda sem o objetivo imediato de vender produtos ou serviços. Sua função básica é criar uma atitude positiva em relação ao objeto de sua divulgação.

INTRANET: Rede de área local (LAN) e de área ampla (WAN) que utilizam os protocolos TCP/IP, HTML, SMTP e outros padrões abertos, por meio da Internet, para transportar informações. Uma intranet é de propriedade de um empresa e só pode ser acessada pelos que trabalham nela.

INVASÃO DE COR: Predominância indesejada de um côr em uma peça impressa.

IPSIS LITTERIS: (latim) Igualmente. Com as mesmas letras. Citação textual.

ITÁLICO: Grifo. Tipo de letra inclinada que imita letra manuscrita.

JANELA: Abertura que se faz em um original para colocação de texto. Artifício muito usado no varejo e que consiste em deixar um espaço em comerciais de rádio e TV para trocar parte da mensagem sem a necessidade de refazer toda a gravação. Espaço em jingle para locução.

JAQUETA: Proteção colocada sobre a capa normal de livros, visando protegê-los e deixá-los mais atraentes nas prateleiras.

JINGLE: Palavra publicitária originada da canção americana “Jingle Bells” e que identifica propaganda gravada contendo música e texto.

JOB: Trabalho. Serviço.

JUSTIFICAR: Acertar, modificar, compor as linhas de um texto para que fiquem na medida exata.

KITSCH: Material artístico ou literário, de baixa qualidade e que apela para o gosto popular.

KNOW-HOW: (inglês) Todo e qualquer conhecimento adquirido e que sirva de base para um novo trabalho.

LABEL: Rótulo.

LAUDA: Tipo de folha padronizada, muito utilizada na imprensa, na qual é escrita a matéria. Normalmente, em uma lauda, vem marcado na horizontal o número de espaços datilográfados e, na vertical, o número de linhas em espaço 2.

LAVADO: Foto com tons esbranquiçados e sem definição de contrastes.

LAYOUT: (Inglês) Esboço de um anúncio. Estágio posterior ao “rough”. No layout já estão demarcados o título, ilustração e texto.

LEAD: Abertura resumida de um texto a partir da qual se procura dar todas as informações básicas do texto integral.

LEGENDA: Pequeno texto que acompanha ilustração.

LEMBRANÇA: Em inglês “recall”. Intensidade de memorização de um anúncio.

LETREIRO DE CAIXA: Informação escrita e que identifica os check-outs.

LÍDER DE PREÇO: Empresa que serve de parâmetro para as outras no tocante à sua política de preços. Em inglês “price leader”.

LINHA DE PRODUTO: Produtos que são inter-relacionados quanto às faixas de preço, uso ou perfil de clientes.

LINKING: (Inglês) União. Elo existente entre dois interesses.

LOCAÇÃO: Aluguel de objeto ou veículo. Cena de filmagem externa.

LOGOMARCA: O mesmo que logotipo. Símbolo formado por palavras ou letras, com desenho característico e que tem a função de agir como elemento de identidade visual de uma empresa, produto ou serviço.

LOJA DE DEPARTAMENTOS: Tipo de estabelecimento de varejo que oferece produtos destinados prioritariamente ao consumidor doméstico e que estão divididos em áreas ou departamentos, com a finalidade de facilitar todo o processo de comercialização.

LOJA DE DESCONTOS: Muito conhecidas nos Estados Unidos, as “discount house” caracterizam-se por oferecerem preços baixos em virtude de uma pequena margem de lucro e quase nenhum serviço de apoio ao comprador.

LOJA DE FÁBRICA: Estabelecimento que comercializa no varejo, a sua própria produção.

LOJA DE PREÇO ÚNICO: Onde todos os itens são comercializados por um único preço. Ex – lojas de R$ 1,99

LOMBADA: Lombo. Dorso. Lado do livro oposto ao corte da frente e onde se imprimem o titulo, nome do autor, editora, etc.

MAGENTA: Cor de impressão conhecida como “vermelho”.

MAILING: Listagem. Lista de nomes e endereços.

MALA DIRETA: Tipo de propaganda impressa, de produto ou serviço, que é enviada pelo correio para clientes em potencial ou que já façam parte do mailing.

MAQUETE: Miniatura em escala proporcional de um prédio, estande, casa ou qualquer outra obra.

MARCA: É um nome, termo, sinal, símbolo ou combinação dos mesmos, que tem o propósito de identificar bens ou serviços de um vendedor ou grupo de vendedores e de diferenciá-los de concorrentes.

MARKET: Mercado.

MARKETING: São inúmeras as definições de Marketing. Para a Associação Americana de Marketing, seria “a execução das atividades que conduzem o fluxo de mercadorias e serviços do produtor aos consumidores finais, industriais e comerciais”. Uma outra definição mais abrangente considera o Marketing como “o conjunto de atividades (Pesquisa de Mercado, Planejamento do Produto, Política de Preços, Propaganda, Promoção, Assessoria de Imprensa, Relações Públicas etc.) que, a partir do estudo constante do mercado e do consumidor, define e fabrica produto ou serviço segundo as expectativas de uso e rentabilidade entre o consumidor e a empresa”. O Marketing não só satisfaz, como também cria novas necessidades.

MARKETING DE INCENTIVOS: Processo de premiação, por esforço e/ou resultado, dirigido à equipe de vendas, objetivando a melhoria da produtividade, motivação, mudança de comportamento, rentabilidade, conquista de mercado, etc.

MARKETING DE RELACIONAMENTO: É a prática da construção de relações satisfatórias a longo prazo com partes-chaves – consumidores, fornecedores e distribuidores – para reter sua preferência e negócios a longo prazo.

MARKETING DIRETO: Venda direta. Sistema de venda em que a figura do vendedor ou de um ponto-de-venda é substituída, no todo ou em parte, por estímulos de compra feitos através da mídia impressa ou eletrônica.

MARKETING INTEGRADO: Quando todos os departamentos da empresa trabalham em conjunto para atender aos interesses dos consumidores, o resultado é marketing integrado.

MARKETING MIX: Composto mercadológico. As ferramentas do Marketing que serão utilizadas em urna ação mercadológica.

MARKET SHARE: É o percentual de participação de um produto ou empresa em um mercado definido.

MÁSCARA: Material utilizado para proteger da luz algumas áreas de um original. Filme em positivo ou negativo que se superpõe ao original de uma foto em cores para melhorar a seleção e corrigir defeitos.

MATÉRIA EDITORIAL: Textos produzidos pela redação de um veículo e que são de responsabilidade da editora.

MATÉRIA PAGA: Informe publicitário.

MATERIAL DE PONTO-DE-VENDA: Peças promocionais colocadas estrategicamente nos locais de trânsito dos consumidores com a finalidade de motivar a compra.

MATUTINO: Jornal da manhã.

MEDIA: (do inglês Mídia) - Setor de uma Agência encarregado do estudo dos veículos disponíveis a fim de indicar os mais adequados a transmitirem as mensagens publicitárias criadas. Este estudo envolve verificação de freqüência, audiência, circulação, tiragem, perfil e negociação de preços.

MEGAMARKETING: É a coordenação estratégica de habilidades econômicas, psicológicas, políticas e de relações públicas para a obtenção da cooperação das várias partes envolvidas, possibilitando a entrada e/ou operação em determinado mercado.

MEIO DE COMUNICAÇÃO: Veículo de comunicação.

MENSAGEM: Conteúdo da comunicação.

MERCADO: Universo de pessoas e/ou empresas que estabelecem entre si uma relação entre a oferta e procura de produtos ou serviços, determinando também as regras desta relação.

MERCADO TESTE: Região utilizada para avaliar a real potencialidade de um novo produto ou de uma nova campanha publicitária.

MERCADOS ÉTNICOS: Os países variam em termos de composição étnica e social. Em um extremo está o Japão, onde a maioria da população é japonesa; em outro extremo está os Estados Unidos, com pessoas de todas as nações do mundo.

MERCHANDISING: Conjunto das operações de planejamento e de supervisão da comercialização de um produto ou serviço, nos locais, períodos, preços e quantidades que melhor possibilitarão a consecução dos objetivos de Marketing. (AAM). É também a técnica de inserir visualmente um produto ou serviço nos espaços de mídia de maneira sutil e discreta, fazendo com que o objeto do merchandising seja visto como parte integrante da cena apresentada.

MERCHANDISING EDITORIAL: Quando um produto, serviço, marca ou empresa aparece, é citado, consumido ou utilizado num filme, novela, programa, revista, jogo, etc., numa ação integrada ao desenvolvimento da cena e pertinente ao seu contexto.

MICROFILME: Reprodução de textos em tamanho reduzido.

MINUTA: Rascunho de texto.

MIOLO: Conjunto de páginas internas de uma publicação.

MISSÃO: Expressão da natureza do negócio da organização, bem como de seu âmbito e forma de atuação. É a razão de ser da organização.

MIXAGEM: Mistura de diversas faixas de som em apenas uma.

MÓBILE: Display (Inglês) Peça promocional usada em pontos-de-venda, suspensa no ar por fios presos ao teto.

MOIRÉ: (Francês) Efeito ótico apresentado em clichês reticulados cujo original é também uma estampa em retícula, originando uma imagem confusa. Superposição de duas ou mais retículas e que proporcionam efeito ótico caracterizado por variadas formas geométricas. Erro no cruzamento de retículas.

MONOCROMÁTICO: Tons de apenas uma cor.

MONOGRAFIA: Texto que procura esgotar um tema a partir de uma metodologia estabelecida.

MONSTRO: Primeiro esboço do que será um spot ou jingle. Prova de estúdio.

MONTAGEM: Reunião de todas as partes que compõem um anúncio (letras, fotos, logotipo etc.). Seleção dos planos e seqüências de um filme a partir de um roteiro.

MOVIOLA: Mesa de montagem e edição de um filme.

MULTILITE: Processo simplificado de impressão semelhante ao off-set. Utilizado para pequenos impressos.

MULTIMÍDIA: Combinação interativa de texto, imagens, som e cores. Uma solução multimídia pode incluir desde slides de PowerPoint até um simulação interativa completa.

MURAL: Cartaz.

NEGATIVO: Fotografia ou filme revelado. Impressão de textos ou figuras vazadas (em branco) sobre fundo negro. Imagem fotográfica em que as regiões de sombras e luzes do original estão investidas.

NEGRITO: Caracteres de uma família de letras mais grossos que os tipos comuns.

NEWSLETTER: Boletim informativo.

NOME FANTASIA: Nome especialmente criado para divulgar produto ou serviço.

OBJETIVOS ESTRATÉGICOS: Resultados esperados ou estados futuros desejados a serem atingidos pela organização, no horizonte de planejamento considerado. Os objetivos devem expressar o quanto à empresa quer atingir e em que prazo, considerando-se o cenário futuro previsto.

OFF: O mesmo que “voz em off”. Quando em uma gravação a voz ou pessoa não aparecem. Em jornalismo, costuma-se usar a expressão “em off” para identificar informações confidenciais.

OFF-SET: Sistema de impressão criado em 1 904 por Rubel, a partir do qual a imagem a ser impressa é gravada por processo fotoquímico em chapa granulada de metal flexível. O grande sucesso da impressão off-set deve-se à possibilidade de imprimir vários tipos de papel com qualidade, economia e precisão na impressão das cores. Método de impressão indireto onde o papel não entra em contato com a matriz.

ONE WAY: Embalagem sem retorno ao fabricante.

OPORTUNIDADES: São negócios que operam em mercados de alta taxa de crescimento, mas com participações relativas de mercado baixas. A maioria dos negócios inicia-se como oportunidades, à medida que a empresa tenta entrar em um mercado de alto crescimento onde já existe um líder.

OPORTUNIDADE DE MARKETING: É uma área de necessidade do comprador em que a empresa pode atuar rentavelmente.

ORÇAMENTO DE VENDAS: É uma estimativa conservadora do volume de vendas esperado e é usado, principalmente, para as decisões de compras, produção e fluxo de caixa.

ORDEM DE INSERÇÃO: Autorização para veicular anúncio.

ORELHA: Acréscimo no tamanho da página, dobrado para dentro contendo informações sobre o autor, a obra, editora etc.

OUTDOOR: Propaganda ao ar livre na forma de cartazes, painéis, luminosos etc.

OUTLET: Ponto-de-venda. Passagem.

OVERHEAD: Diferença apresentada entre o preço de um bem e o seu custo efetivo.

OVERLAY: Superposição. Papel transparente colocado em cima da arte a fim de protegê-la e ao mesmo tempo indicar correções a serem feitas.

OVER PRICE: Sobre preço que o intermediário coloca em um produto, a seu favor.

PACKAGE: Pacote. Embalagem. Artifício usado em promoção, no qual diversos produtos são oferecidos em conjunto a um preço total menor do que seria a soma do valor individual de cada um.

PACOTE: Lote de programas que comprados de uma só vez resulta em economia no custo final.

PÁGINA DE ROSTO: Página que inicia um livro e que contém, com mais detalhes, as informações da capa. Frontispício.

PÁGINA DETERMINADA: Anúncio ou mensagem colocado em página indicada pela Mídia.

PÁGINA ESPELHADA: Anúncio colocado frente a frente com outro sem haver matéria editorial entre eles.

PÁGINA INDETERMINADA: Anúncio colocado segundo a vontade do veículo.

PAINEL: Tipo de propaganda ao ar livre com mensagem pintada sobre material durável. Grupo de pessoas selecionadas por amostragem e que fazem parte de um grupo permanente, ao qual cabem analisar e discutir situações mercadológicas.

PAL: Phase Alternate Line - Sistema de TV a cores desenvolvido na Alemanha e adotado no Brasil. O M existente no sistema brasileiro ocorreu em função de ser um sistema específico para nosso mercado.

PANFLETO: Folheto. Tipo de escrita de caráter polêmico.

PANTÓGRAFO: Instrumento de copiar desenhos mecanicamente.

PAPEL COUCHÊ: Papel recoberto por fina camada de particulas minerais (caulim, gesso) e que é usado para impressos finos.

PARTICIPAÇÃO: Percentagem de audiência obtida por um veículo. Parte do mercado que está sob domínio de um produto. Comercial colocado em um programa sem vínculo de patrocínio.

PASTE-UP: (Inglês) Arte-final de uma página contendo o texto, artes e fotos diagramadas.

PATENTE: Direito de explorar um evento ou descoberta com exclusividade e por tempo determinado.

PAUTA: Agenda. Programação. Listagem de assuntos a serem abordados em uma reunião, em um programa de mídia eletrônica ou que serão editados na mídia impressa.

PB: Material impresso a uma cor, preto em fundo branco.

PEÇA: Todo elemento que faz parte de uma campanha publicitária.

PENETRAÇÃO: Número de pessoas atingidas por um veículo em relação ao universo total.

PERFIL: Descrição do consumidor ou de qualquer público-alvo segundo elementos predefinidos.

PERIODICIDADE: Intervalo regular de tempo entre a publicação de duas edições sucessivas.

PERMUTA: Troca de espaço ou tempo em um veículo por produtos ou serviços do anunciante.

PERSONAL SELLING: Venda pessoal.

PESQUISA: Procedimento sistemático de investigação para averiguar e estudar um fato, objeto ou acontecimento. Levantamento das atitudes e opiniões de um público definido. Avaliação de dados que orientem uma tomada de decisão.

PESQUISA DE MERCADO: Determinação das características de um mercado, medindo sua extensão e avaliando seu potencial de vendas.

PICO DE AUDIÊNCIA: O ponto mais alto alcançado pela audiência.

PILOTO: Programa de rádio ou TV feito para uma avaliação de seu real potencial. Texto básico a ser analisado antes do texto final.

PIRÂMIDE: Tipo de diagramação onde os anúncios pequenos estão colocados acima dos maiores.

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO: Processo que, seguindo uma metodologia, permite estabelecer, para a organização como um todo, orientações amplas de atuação, objetivos a serem alcançados e estratégias a serem utilizadas. Tem, como base, a análise sistemática das ameaças/oportunidades do ambiente externo e as vulnerabilidades/potencialidades internas da organização, sempre tendo em mente a missão assumida.

PLANEJAMENTO MERCADOLÓGICO: Elaboração das ações que irão determinar os objetivos de comercialização, expondo também quais, os meios necessários para atingir estes objetivos.

PLATAFORMAS DE APRENDIZADO: Sites internos ou externos, em geral organizados em torno de tópicos especializados, com tecnologias – desde aplicativos de bate-papo até softwares para trabalho em grupo (groupware) – que permite aos usuários enviar e obter informações.

PLAY BACK: Gravação prévia de uma trilha sonora.

PONTO DE VENDA: Argumento de venda. Local onde o produto fica exposto.

PONTOS FORTES (Potencialidades): Características da organização que a colocam estrategicamente favorável para um desempenho eficaz, relativamente a um ou mais fatores-chave de sucesso.

PONTOS FRACOS (Vulnerabilidades): Características da organização que a colocam em posição estrategicamente desfavorável para um desempenho eficaz, relativamente a um ou mais fatores-chave de sucesso.

PORTAL DE APRENDIZADO: Qualquer site da Internet que ofereça aos indivíduos e organizações acesso a recursos de capacitação e aprendizado de múltiplas fontes.

PORTFÓLIO: Conjunto de peças de uma Agência. Material descritivo e ilustrativo de uma empresa.

POSICIONAMENTO: É o ato de desenvolver a oferta e a imagem da empresa, de maneira que ocupem uma posição competitiva distinta e significativa nas mentes dos consumidores-alvos.

POSTER: Cartaz.

PÓS-VENDA: Fase posterior à conclusão da venda e que tem por objetivos verificar a correta entrega do bem ou produto vendido, assim como o grau de satisfação do cliente.

POTENCIAL DE MERCADO: Total do público que poderá consumir determinado bem ou serviço.

PRECIFICAÇÃO: Determinação do preço.

PREÇO BRUTO: O que inclui todos os impostos. Preço de inserção de peça publicitária incluindo comissão da Agência de Propaganda.

PREÇO DE CUSTO: O que não inclui lucro.

PREÇO LÍQUIDO: O que não inclui impostos. Preço de inserção de peça publicitária já descontada a comissão da Agência.

PREÇO DE MERCADO: Preço obtido em função da oferta e da procura.

PRELO: Prensa - Máquina de imprimir.

PRESS-KIT: Material escrito e ilustrado que visa informar os jornalistas sobre fato, produto ou serviço que se deseja divulgar.

PRESS-RELEASE:Texto informativo preparado especialmente para a imprensa.

PRÉ-TESTE: Reunião de amostragem a fim de verificar a eficiência de uma mensagem.

PRÉ-VENDA: As diversas etapas que antecipam a colocação de um produto ou serviço no mercado.

PRETO E BRANCO: PB - Material impresso a uma cor.

PREVISÃO DE VENDAS: É seu nível esperado de vendas, baseado no plano de marketing escolhido e no ambiente de marketing assumido.

PRICING: Fixação de preço.

PROCESSO DE ADMINISTRAÇÃO DE ESTOQUES: Todas as atividades envolvidas no desenvolvimento e administração dos estoques de matéria-prima, produtos semi-acabados e produtos finais, de maneira que os suprimentos adequados estejam disponíveis, evitando-se os altos custos de estocagem.

PROCESSO DE MARKETING: Consiste da análise de oportunidades, desenvolvimento de estratégias, planejamento de programas e administração do esforço de marketing.

PROCESSO DE REALIZAÇÃO DE NOVOS PRODUTOS: Todas as atividades envolvidas em pesquisa, desenvolvimento e lançamento de novos produtos de alta qualidade com rapidez e dentro do orçamento.

PROCESSO DE SERVIÇO AOS CLIENTES: Todas as atividades envolvidas na facilidade de acesso dos clientes às pessoas adequadas dentro da empresa para receberem serviços rápidos e satisfatórios, respostas às dúvidas e soluções de problemas.

PRODUCT MIX: Composto de produtos.

PRODUTO: É algo que pode ser oferecido a um mercado para satisfazer a um desejo ou necessidade.

PRODUTO DE COMBATE: Perda proposital da margem de lucro de um produto de primeira linha com o objetivo de atrair a atenção dos consumidores para a loja.

PROJEÇÃO: Extensão dos resultados obtidos em uma amostragem para todo o universo inerente à coleta.

PROMOÇÃO DE VENDAS: Incentivos de curto prazo com o fim de encorajar a compra de um produto ou serviço. Esforço específico de promoção com objetivos claros de incentivo a vendas através da oferta de condições especiais ou vantagens como sorteios, brindes, descontos, venda conjunta, amostras, etc.

PROPAGANDA: Qualquer forma paga de apresentação impessoal para a promoção de idéias, bens ou serviços por um patrocinador identificado. Caracteriza-se fundamentalmente pelo esforço de comunicar um “conceito”, associado a uma ”marca”.

PROPAGANDA SUBLIMINAR: Transmissão de mensagens não percebidas conscientemente pelas pessoas em função da baixa intensidade do estímulo, e que atuam sobre o inconsciente. Um exemplo de uso dessa técnica é obtido quando uma determinada mensagem visual é transmitida em estímulos super-rápidos, em velocidade de até 1/3000 de segundo, uma vez a cada 5 segundos. Dessa maneira, esta mensagem só será captada pelo subconsciente. Usada como estratégia de guerra, esse tipo de propaganda é proibido por lei.

PROSPECT: Cliente potencial.

PROSPECTO: Pequeno impresso ilustrado, com ou sem dobra.

PROTÓTIPO: Modelo original que contém todas as características de algo projetado e que servirá de base para avaliação.

PROVA: Cópia impressa para avaliação e confronto com o original.

PROVA DE MÁQUINA: Prova tipográfica igual ao trabalho impresso.

PUBLIC RELATIONS: Relações Públicas.

PUBLICITY: (Inglês) Publicitário.

PÚBLICO: É qualquer grupo que tem interesse ou impacto real ou potencial sobre as condições da empresa atingir seus objetivos.

PÚBLICO-ALVO: Segmento de público que se pretende atingir.

PUBLICO EXTERNO: Conjunto de pessoas que têm interesses comuns com uma empresa ou instituição, como fornecedores, sindicatos, autoridades, consumidores etc.

PÚBLICO INTERNO: Funcionários, acionistas e dirigentes de uma empresa ou instituição.

PUBLISHER: Editor.

PUSH: Pressão intempestiva feita junto aos distribuidores para que vendam rapidamente as mercadorias ao consumidor final.

QUADRADA: Tipo de lombada que recebe cola para fixação das páginas nos vários cadernos.

QUADRICROMIA: Impresso que contém as 4 cores básicas de impressão: amarelo, magenta, ciano e preto.

QUALIDADE: É a totalidade de aspectos e características de um produto ou serviço que proporcionam a satisfação de necessidades declaradas e implícitas.

QUALIDADE DE CONFORMIDADE: É o grau pelo qual todas as unidades produzidas são idênticas e atendem às especificações-alvo prometidas.

QUALIDADE DE DESEMPENHO: Refere-se aos níveis pelos quais as características básicas do produto operam. À maioria dos produtos é estabelecida, inicialmente, para oferecer um entre quatro níveis de desempenho: baixo, médio, alto e superior.

QUALIFICAÇÃO: Diferenciação de uma audiência em relação ao universo a que
pertence.

QUARTA CAPA: Capa traseira de uma publicação.

QUIOSQUE: Construção pequena e provisória utilizada para venda a varejo em locais públicos.

QUOTA DE VENDAS: É a meta de vendas para uma linha de produtos, divisão da empresa ou para um vendedor. Trata-se, principalmente, de um dispositivo gerencial para definir e estimular o esforço de vendas.

RABICHO: Texto que se coloca ao pé de uma mensagem ou anúncio. Espaço de filme publicitário destinado a colocação de dados de filiais, distribuidores, representantes etc.

RAFE: Abrasileiramento do inglês “Rough”. Rascunhos de um anúncio e que antecedem as etapas de layout e arte final.

RAINBOW: (Inglês) Painel eletrônico colorido.

RANDÔMICO: Termo utilizado em pesquisa. Aleatório. Do inglês “at random”-ao acaso.

RATING: Índice de audiência.

REACH: Cobertura de audiência.

REALIMENTAÇÃO: O mesmo que “feedback”.

REASON WHY: Tipo de anúncio que se utiliza somente de argumentos racionais para convencer o consumidor.

REBAIXAMENTO: Artifício de revelação fotográfica com o objetivo de corrigir problemas de superexposição, através de soluções químicas.

RECALL: Lembrança de determinada mensagem.

RECALL TEST: Medição do grau de lembrança.

RECURSOS: Para conduzir os processos, uma empresa necessita de recursos – mão-de-obra, matérias-primas, máquinas, informações, energia e assim por diante. Esses recursos podem ser próprios, alugados ou resultantes de leasing.

REDE: Lojas que pertençam a uma única sociedade acionária. Conjunto de emissoras que transmitem toda ou parte da programação gerada por uma emissora central.

REEMBOLSO POSTAL: Ferramenta do Marketing Direto e que permite ao consumidor solicitar determinada mercadoria através do envio de cupons, para posterior recebimento via Correio. Geralmente o pagamento desta mercadoria é feito diretamente no ato do recebimento.

REGISTRO: Acerto milimétrico das chapas ou filmes, em trabalhos de duas ou mais cores a fim de se obter uma impressão perfeita.

RELAÇÕES PÚBLICAS: Ações que promovam o desenvolvimento de boas relações com os vários públicos que interagem com a empresa, no sentido de obter uma imagem favorável, construir uma imagem corporativa ou manuseio.

RELEVO: Impressão que apresenta saliências ou diferenças em relação à uma superfície lisa.

RENTABILIDADE: O propósito final do conceito de marketing é ajudar as organizações a atingir suas metas.

REPARTE: Número de exemplares enviados para uma banca ou destinados à uma região.

REPLAY: Repetição.

REPOSITOR: Funcionário especializado na reposição e remarcação de produtos.

REPRINT: (Inglês) Prova de anúncio pronto. Reprodução de uma peça publicitária com o objetivo de divulgá-la junto a públicos específicos.

RESEARCH: (Inglês) Pesquisa.

RESENHA: Conjunto de notícias que abrangem diversos fatos.

RESMA: 500 folhas de papel.

RETAIL: Venda a varejo.

RETÍCULA: Pontos, círculos ou traços de efeitos variados, a partir dos quais se obtém meios tons ou efeitos decorativos.

RETOQUE: Correção dos erros de um negativo, cópia ou impressão.

RETRANCA: Marcação feita em textos, legendas ou fotografias a fim de facilitar o seu reagrupamento na paginação. Indicação feita utilizando um código de letras e algarismos, tanto nos originais como nas provas, para identificá-los como componentes de uma única matéria.

REVERSÃO: Reprodução em branco e preto de um original colorido.

REWRITER: Copidesque. Aquele que reescreve uma matéria.

RODAPÉ: Parte inferior de uma página que se destaca do todo, através da colocação de um filete horizontal.

ROTATIVA: Máquina de impressão.

ROTOFILME: Filme em positivo (igual ao fotolito usado em offset) e que se destina à gravação de uma matriz de rotogravura.

ROTOGRAVURA: Processo de impressão em baixo-relevo. A tinta é transferida diretamente do cilindro para o papel.

ROUBA PÁGINA: Anúncio que ocupa quase que totalmente a página de uma publicação, deixando pouco espaço para matéria editorial, dando-lhe sentido de propaganda exclusiva.

ROYALTY: Comissão que se paga para uso de uma marca, serviço ou quando da transferência de tecnologia.

SALESMAN: Vendedor.

SALES: Vendas.

SALES AIDS: Material auxiliar de vendas.

SALES MANAGER: Gerente de Vendas.

SAMPLING: Amostragem ou degustação. Distribuição de amostras de produtos, prestação gratuita de serviços, degustação de alimentos e bebidas ou qualquer tipo de experimentação promovida pelo anunciante, com o objetivo de fazer com que os consumidores tenham contato com seus produtos ou serviços.


SANFONA: Qualquer impresso que apresente dobras repetidas.

SANGRADO: Impressão que ultrapassa as margens.

SATISFAÇÃO: É o sentimento de prazer ou de desapontamento resultante da comparação do desempenho esperado pelo produto (ou resultado) em relação às expectativas da pessoa.

SATURAÇÃO: Mercado que já alcançou seu limite de exploração comercial e que tende a um crescimento vegetativo.

SAZONAL: Concentração da demanda em determinados períodos.

SCHRINK FILM: Embalagem em filme P.V.C.

SCRIPT: Roteiro.

SECUNDAGEM: Tempo medido em segundos quando da exposição de uma peça publicitária no rádio, TV ou cinema.

SEGMENTAÇÃO: Separação do mercado em função de características próprias.

SELEÇÃO DE COR: Separação de um original nas quatro cores de impressão, através da utilização de filtros.

SERIGRAFIA: Processo de reprodução utilizado para impressão em diferentes materiais como papel, tecido, cartão, madeira, metal, couro, vidro, cortiça etc. Consiste em fazer passar a tinta, com um rolo ou rodo, através de uma tela de seda, nylon, aço etc., para a superfície a ser impressa. Também conhecido como “silk-screen”.

SETOR INDUSTRIAL: É um conjunto de empresas que oferece um produto ou classe de produtos que são substitutos próximos uns dos outros.

SHARE OF MARKET: Participação no mercado.

SHARE OF MIND: Lembrança que uma pessoa tem de um produto ou serviço quando recebe um estímulo de compra.

SHELF-SHARE: Fração de prateleira ocupada por um produto.

SISTEMA DE APOIO À DECISÃO DE MARKETING: É um conjunto coordenado de dados, sistemas, ferramentas e técnicas com software e hardware de apoio pelos quais uma organização reúne e interpreta informações relevantes da empresa e do ambiente, transformando-as em base para a ação de marketing.

SISTEMA DE INFORMAÇÕES DE MARKETING: Consiste de pessoas, equipamentos e procedimentos para coletar, selecionar, analisar, avaliar e distribuir informações de marketing que sejam necessárias, oportunas e precisas para os tomadores de decisões em marketing.

SISTEMA DE INTELIGÊNCIA DE MARKETING: É um conjunto de procedimentos e fontes usado por administradores para obter informações diárias sobre os desenvolvimentos pertinentes no ambiente de marketing.

SITE: No mundo virtual, é um lugar cuja porta de entrada é sempre sua home-page.

SLIDE: Foto positiva e transparente, com base em acetato de celulose, geralmente montada em moldura de plástico ou papelão e ampliada por meio de projeção.

SLOGAN: Frase curta de fácil percepção e memorização que divulga as principais características de uma empresa, produto ou serviço. Origina-se da expressão gálica sluagh-ghairm, que significa chamamento às armas, convocação para o exército, grito de guerra, grito de chamada.

SLOW MOTION: Câmera lenta.

SPEAKER: Locutor.

SPONSOR: Anunciante que detém exclusividade.

SPOT: Texto gravado contendo mensagem publicitária e que pode vir ou não acompanhado de fundo musical.

SPREAD: Diferença entre o preço mais alto e o mais baixo em um produto. Diferença entre o que se paga ao produtor e o que é pago pelo consumidor.

STAFF: Equipe de apoio. Assessoria que não atua na operação normal da empresa, o que é feito pelo pessoal de linha.

STATUS: Posição de uma pessoa em relação às outras.

STORY BOARD: Roteiro escrito e ilustrado de uma peça publicitária que auxiliará na
produção do filme.

STRIPPING: Filme colado em outro filme que já foi fotografado. Artifício utilizado para reparar erros em filmes prontos.

SUPRIMENTOS E SERVIÇOS: Bens de curta duração que facilitam o desenvolvimento e/ ou administração do produto acabado.

SUSTENTAÇÃO: Estratégia publicitária destinada a manter presente nos veículos de mídia a propaganda de um produto ou serviço já lançados no mercado.

TABELA CONJUNTA: Quando é feita a veiculação simultânea em mais de um veículo pertencente à mesma emissora ou coligadas. Este tipo de negociação permite descontos especiais no preço de tabela.

TABLÓIDE: Formato especial de jornal. O tablóide equivale à metade de um jornal comum e possui, normalmente, 28cm de largura por 38cm de altura. A origem desse tipo de jornal vem da 2a. Guerra Mundial, como recurso de economia.

TABULAÇÃO: Contagem do número de respostas direcionadas à uma questão específica e que são posteriormente agrupadas segundo critérios já estabelecidos.

TAG LINE: Expressão ou frase de efeito que se coloca ao final de um anúncio, campanha ou mesmo de um programa de rádio ou TV, com a intenção de marcá-lo, identificá-lo.

TAKE: Tomada de cena.

TARGET: Alvo.

TEASER: Recurso utilizado para despertar a curiosidade do público alvo e que consiste na colocação de anúncios antecedendo uma campanha, sem que haja uma identificação explícita do produto ou serviço que se deseja oferecer.

TELEMARKETING: É uma eficiente ferramenta de trabalho e talvez seja a que oferece maior velocidade de aplicação. Telemarketing nada mais é do que o uso do telefone para promover, divulgar e vender produtos e serviços. É uma ferramenta de comunicação que pode ser trabalhada em qualquer situação de tempo, desde as ações imediatas até as mais planejadas e que estejam integradas com outras mídias, como Rádio, TV, Outdoor, etc.

TELEPONTO: Artifício que permite ao locutor ler as notícias colocadas em uma espécie de rolo, bem ao lado da câmara.

TELEPROMPTER: Artifício que permite ao ator, ler as partes do texto que lhe cabem em urna apresentação ao vivo. Também se utiliza de rolos estrategicamente colocados e que contém o script.

TENDÊNCIA: É uma direção ou seqüência de eventos que ocorre em algum momento e promete durabilidade.

TESTE DE FLAGRANTE: Pesquisa feita no momento exato em que determinado fato está ocorrendo. Pode ser feita por telefone ou pessoalmente.

TESTE DE LEMBRANÇA: Também conhecido como “recall”, e que verifica o grau de memorização de uma mensagem.

TESTE DE MERCADO: Avaliação em pequena escala das possibilidades de sucesso do lançamento de determinado produto ou serviço em todo o universo que se queira atingir. A escolha do mercado teste obedece a uma série de quesitos básicos que o tornem representativo do mercado total.

TESTEMUNHAL: Anúncio que contenha o depoimento de um usuário de determinado produto ou serviço e que consiga passar credibilidade.

TEXTO CORRIDO: Texto composto em colunas regulares e contínuas.

TEXTO NEGATIVO: Texto vazado nas cores, isto é, branco.

TIE IN: Junção de dois ou mais produtos dentro de uma estratégia
promocional.

TIMING: Tempo de duração de um comercial.

TIN TOP: (Inglês) Peça de ponto de venda que se afixa na tampa da embalagem.

TIRAGEM ESPECIAL: Edição suplementar de uma obra, normalmente feita em papel mais luxuoso.

TOMADA DE PREÇOS: Coleta de preços entre vários fornecedores.

TONER: Pigmento em pó colorido usado em máquinas repográficas em provas offset.

TRAÇO: Figura impressa sem meios-tons e onde não entra retícula.

TRADE MARK: Marca registrada.

TRADE NAME: Nome comercial.

TRADING-UP: Artifício que procura valorizar um produto já no mercado, através do lançamento de um outro semelhante mas com preço e qualidade mais altos.

TRÁFEGO: Número de frequentadores de um lugar. Departamento que controla o fluxo de trabalho entre as diversas áreas de uma Agência de Propaganda.

TRAMA: Retícula.

TRANSIT: Tipo de propaganda afixada em ônibus, metrôs, trens etc.

TRANSPARÊNCIA: Fotografia colorida positiva sobre filme transparente. Slide. Diapositivo.

TRIAL-SIZE: Técnica de lançar ao mercado um mesmo produto em tamanhos diferentes a titulo de sondagem.

TRICOMIA: Impressão a três cores - amarelo, magenta e ciano.

UMBRELLA BRAND: Identificação da marca da empresa quando utilizada para valorizar os produtos que estão sob seu “guarda-chuva”.

UNIQUE SELLING PROPOSITION: Proposta fundamental de uma mensagem publicitária.

VALE BRINDE: Técnica promocional que induz o consumidor a guardar ou colecionar vales que acompanham os produtos, e que poderão ser trocados posteriormente por brindes.

VALOR: É a satisfação das exigências do consumidor ao menor custo possível de aquisição, propriedade de uso.

VALORES: Convicções claras e fundamentais que a organização defende e adota como guias para a gestão do seu negócio (crenças e posturas éticas: certo e errado, bom e ruim, importante e não importante). Em síntese, são as regras de conduta a serem seguidas pela organização , devendo ser explícitos, éticos e compartilhados por todos os seus membros.

VANTAGEM COMPETITIVA: É a habilidade de uma empresa trabalhar de uma ou mais maneiras que os concorrentes não podem ou não irão acompanhar.

VAREJO: O varejo inclui todas as atividades envolvidas na venda de bens e serviços diretamente aos consumidores finais para uso pessoal. Um VAREJO ou LOJA DE VAREJO é qualquer empresa cujo volume de vendas decorre, principalmente, do fornecimento por unidade ou pequenos lotes.

VARIÁVEIS AMBIENTAIS CRÍTICAS: Aspectos externos ou internos à organização, cujos comportamentos futuros ou situação atual, respectivamente, impactam positivamente ou negativamente um ou mais fatores-chave de sucesso do negócio.

VARIÁVEIS AMBIENTAIS CRÍTICAS EXTERNAS: Aspectos econômicos, políticos, sociais, tecnológicos e outros, cujos comportamentos futuros afetam um ou mais fatores-chave de sucesso, de forma positiva ou negativa, gerando oportunidades ou redundando em ameaças para a organização.

VARIÁVEIS AMBIENTAIS CRÍTICAS INTERNAS: Aspectos ligados à operação, produtividade, finanças, processo decisório, estrutura organizacional, recursos humanos e materiais, etc., cuja situação atual pode afetar um ou mais fatores-chave de sucesso, de forma positiva ou negativa, constituindo-se em pontos fortes (potencialidades) ou em pontos fracos (vulnerabilidades) da organização.

VARIÁVEIS MERCADOLOGICAS: Fatores controláveis ou incontroláveis que afetam a dinâmica de comercialização.

VEICULAÇÃO: Colocação, inserção de peças publicitárias na mídia impressa e eletrônica.

VEÍCULO: Meio de comunicação, de divulgação.

VENDA AVULSA: Venda de jornais e revistas através de bancas de jornais ou outros pontos de venda.

VENDA DIRETA: Venda efetuada pelo fabricante diretamente ao consumidor.

VENDA PORTA A PORTA: Aquela em que o vendedor visita o provável cliente em sua residência ou local de trabalho e que através de argumentos dirigidos tenta motivá-lo a adquirir um produto.

VENDA SELETIVA: Venda feita em função de algumas exigências, como quantidade do pedido, área de atuação, definição de público-alvo, etc.

VERNIZ: Resina aplicada sobre superfície impressa para realçar e proteger o trabalho.

VIDA ÚTIL PLANEJADA: Tempo médio programado para o uso de determinados produtos em função da matéria-prima e da tecnologia utilizadas.

VINCAGEM: Fazer sulcos no papel a fim de facilitar a sua dobragem.

VINHETA: Peça publicitária curta e que aparece durante uma programação. Pequena ilustração que enfeita textos.

VISÃO: Conjunto de missão, valores e objetivos declarados pela organização.

VOLANTE: Material de grande tiragem, constituído por pequena folha, sem dobras e impressa em um ou dois lados.

VT: Abreviação de video tape.

WAX PAPER: (Inglês) Papel encerado.

WEB SITE: Um servidor de www. Contêm páginas interligadas conhecidas como documentos de hipertexto (páginas de Web). Os web sites são usados para oferecer aos usuários informações institucionais sobre uma empresa, notícias, lojas virtuais, jogos, entre outras.

WHOLESALER: Atacadista.

WORLD WIDE WEB: Literalmente, teia de alcance mundial. Serviço que oferece acesso, através de hiperlinks, a um espaço multimídia da Internet.

XILOGRAVURA: Sistema de impressão que tem a madeira como matriz. A transferência de imagem é feita por pressão entre o papel e a matriz entintada.

ZONEAMENTO: Divisão do mercado em áreas com o objetivo de facilitar operações de venda.

ZOOM IN: Efeito de aproximar a imagem.

ZOOM OUT: Efeito de afastar a imagem.

Marcadores: ,

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.